quinta-feira, 14 de abril de 2011

Qual a utilidade de um diácono?


O grande caso é o seguinte: Estava faltando gente para atender as pessoas que apareciam em Jerusalém com necessidades das mais diversas. Os helenistas estava reclamando que as viúvas não estavam recebendo a provisão.

Isso causou uma grande comoção no meio dos apóstolos e nesse momento todo mundo fazia tudo, era uma organização primária, onde os apóstolos pregavam, oravam, distribuíam os alimentos, faziam evangelização, atendiam as viúvas, faziam aconselhamento e etc... hoje em dia, temos o mesmo problema em nossas igrejas, acumulo de preocupação na mão de poucas pessoas. Isso gera crise... hoje em dia 3% da igreja trabalha pra alimentar 97%. O sistema é um sistema triturador de líderes, impiedoso e cruel. Qual solução eles encontraram pra tal problema?

Levantaram diáconos!
Porque?
Porque não é razoável que os apóstolos abandonassem a palavra pra servir as mesas... Hoje em dia o pastor faz tudo... é culpado por tudo, as coisas boas e as ruins. Tem que levar uma chave em tal lugar chama o pastor, tem que levar os instrumentos em tal lugar chama o pastor, tem que orar por alguém, visitar... chama o pastor.
Há uma cultura que diz o seguinte: pastor é pago pra isso! Tem que fazer... isso é uma mentira do capeta. O verso 4 diz qual era a função dos pastores na igreja: orar e meditar na palavra. O que acontece é que se nos apegamos a outro tipo de atividade, perdemos o foco e as mensagens não são mais as mesmas, o cansaço toma conta e não rendemos mais como antes... acaba o tempo pra família e etc...

Mas se devemos escolher diáconos, como fazer?
Homens de boa reputação
Cheios do espírito Santo
Cheios de sabedoria

Isso foi a solução pra igreja liberar seus pastores pra pregar ótimas mensagens, obter tempo pra orar...

Essa turma foi consagrada por imposição de mãos dos apóstolos e avalizada pra começar o serviço de servir as mesas...

Diaconato não é guardar carros na porta da igreja...

Qual o resultado da organização feita pelos diáconos de Jerusalém e da dedicação dos pastores a palavra e a oração?
Crescia a palavra de Deus
Se multiplicava o número de discípulos
E os sacerdotes obedeciam a fé.

6 comentários:

  1. Beleza de texto meu Pastor, desculpe o sumiço,formatura, trabalho novo essas coisas. Mas, eu ainda acrescentaria alguns pontos, isso me deixa com os nervos a flor da pele; Diácono não é babá de ninguém, diácono não tem que ficar correndo atrás de ninguém e muito menos responsável pela educação dos filhos dos outros membros, a não ser os próprios, estão querendo terceirizar a educação dos filhos e empurram para a igreja esta tarefa. A paz Pastor Márcio.

    ResponderExcluir
  2. Exatamente!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Ei, mano:

    E aquele versículo que diz: "resti ao diácono e ele fugirá de vós"... tá na Bíblia?

    kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. O título ia ser esse cara...hahahahaha

    ResponderExcluir
  5. Ótimo artigo Pr. Márcio, também vejo um sistema um pouco destorcido do citado nas escrituras. Peço permissão para postar este artigo em meu Blog, com os devidos créditos é claro, creio ser este um assunto a ser analisado. Grande abraço e continue sendo uma benção. Graça e paz!

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.