sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Sou espancada, humilhada e desejo a morte do meu marido, o que fazer?

Boa tarde Pastor


Minha pergunta é a seguinte: Sou nascida em berço evangélico, e sempre aprendi que o divórcio é pecado a luz da biblia, que só pode acontecer em caso de adultério ou morte do conjuge, mas estou enfrentando a seguinte situação: Minha mãe nunca havia deixado eu namorar, por me achar muito nova ,mas quando eu tinha 18 anos apareceu um rapaz na igreja 13 anos mas velho do que eu, e passamos a ser muito amigos e aos poucos fui gostando dele e ele de mim. 


E com o passar do um tempo começamos a namorar era tudo muito lindo estávamos apaixonados, mas tivemos um namoro muito rigoroso, cheio de regras ditadas por meu padrasto que era o pastor da igreja, eu nunca me dei bem com meu padrasto e essa situação prejudicou mais a nossa convivência e como meu namorado já tinha mais de 30 anos e queria construir uma familia e me pressionava, cada vez mais minha vontade era sair da casa da minha mãe. Resolvi casar, casei no cartório e na igreja tudo dentro dos conformes ,mas já a partir da noite de núpcias tudo mudou!


Aquela pessoa que supostamente me amava começou a nem ligar para mim e como num passe de mágica aquele amor todo que ele declarava havia se acabado ele só queria saber de trabalhar, comer e dormir ,como me senti muito sozinha resolvi ter um filho, mas foi aí que as coisas pioraram, as atenções ficaram só para meu filho e eu fiquei de lado, ainda mais que engordei muito na gravidez e não consegui perder os quilos, então como não era mais aquela menininha do corpinho escultural, comecei a sofrer humilhações por ele.


A vida dele é me maltratar , me xingando das piores coisas, nada que eu faço para ele está bom, saio de casa de manhã e volto só a noite por que consegui uma bolsa de estudos em uma faculdade. Trabalho e estudo, cuido de casa e do meu filho mas ele vive falando que eu não presto, não sirvo para nada, fora as surras que ele me dá, eu não posso falar nada que desagrade ou seja contra a opinião dele que ele já vem com tudo para cima de mim com tapas e chutes, como se estivesse brigando com outro homem.


Essa situação violência começou desde a primeira semana de casamento, e já estamos 5 anos casados. O pior de tudo isso é que ele se diz homem de Deus e não aceita que ninguém o repreenda, pois acha que tudo que faz é certo, e eu que passo como a errada, já que na frente dos outros ele se mostra outra pessoa.


Levo essa vida há anos, mas confesso que não estou suportando mais, hoje eu tenho 24 anos apenas e ele 37, fico torcendo para que ele arrume uma amante para que me divorcie sem peso na consciência, e Deus que me perdoe, mas desejo muito a morte dele, para que eu possa reconstruir a minha vida com outra pessoa e ser feliz, então fico muito na dúvida, pois de um lado não quero pecar contra Deus desobedecendo o que ele diz em Sua Palavra, mas considero errada essa situação que estou vivendo, pois peco todos os momentos, já que não consigo sentir nenhum sentimento bom em relação a ele, acredito que sinta até odio dele por tudo de ruim que ele me fez passar, ele destrui toda a minha juventude, eu sei que temos que sofrer as consequências pelas nossas atitudes erradas, e já que eu quis casar com ele tenho que conviver etrenamente, mas eu queria saber se devido essas situações eu tenho o direito de me divociar dele?


Já que considero muita coisa que ele faz comigo pior que uma traição. Caso eu possa me divorcia dele eu posso namorar ou até casar com outra pessoa?


Peço por favor que me ajude respondendo essas questões.


Obrigada e fica na paz do Senhor Jesus.


___________________________________________________________________________________


Querida irmã! Fique calma... Vamos lá!


Não estou aqui pra ser juíz de suas atitudes passadas, sua consciência já fez isso por mim. Mas estou aqui pra te dar uma boa notícia, nada te impede de separar-se dele. O caso de vcs dois constitui abandono do lar por parte dele, já que ele te espanca e te humilha. E mais que isso, é caso de polícia, Lei Maria da Penha nele. 

Querida, divórcio não é pecado, é um recurso que tem suas consequencias. Por exemplo, eu posso me divorciar de minha mulher a hora que eu quiser sem ela ter feito nada, mas como consequencia eu tenho que me tornar celibatário (não posso nem namorar de novo senão aí eu peco, cometo adultério). O seu caso não é esse. 

Pra efeito, seu caso é um caso de extrema brutalidade e desrespeito total a sua dignidade. se houver mesmo desejo de divorciar-se dele, você estará livre para se relacionar de novo e até casar de novo, porém tudo tem suas consequencias, por exemplo vc vai precisar administrar a relação dele com a criança que nasceu de vcs afinal de contas ele é pai e terá direito de vê-la; mas isso já é outro assunto.


Bem a resposta está dada, e eu espero que vc pense bem antes de tomar qualquer decisão, mas não fique se submetendo a espancamentos e humilhações diárias por conta de um peso que colocaram sobre você. Viva a vida!


E no mais... tudo na mais santa paz!


22 comentários:

  1. Pastor...
    eu não sei de onde o sr. é, nem de qual ministério!
    Mas vou lhe dizer sinceramente: o sr. é um homem de peito!
    Até que enfim... um homem de Deus inconformado com a religiosidade e corajoso o bastante pra falar o que pensa, embasado na Palavra do Senhor!

    Glória a Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Tô cansada de ver gente honesta morrendo espiritualmente... por falta de orientação clara e direta...

    Os demônios se unem contra a Igreja, enquanto a Igreja do Senhor se divide "em nome de Jesus"... se mata e se esfola...

    Precisamos ser misericordiosos uns com os outros, em nome de Jesus!!!

    Um abraço forte!

    Conte comigo!

    ResponderExcluir
  2. A Paz do Senhor!
    O "Prêmio Dardos" dá a cada blogueiro o reconhecimento de seu valor, esforço, ajuda, transmissão de conhecimento, todos os dias.
    Recebi o prêmio e estou lhe oferecendo ao seu blog por considerá-lo muito importante pra mim.
    Está no blog umap-vca.blogspot.com , espero que goste!!!

    Fique na paz de Deus,
    LEANDRO

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Gilson, atenção... tudo o que for colocado em qualquer uma das cartas que trouxer confusão a cabeça da pessoa será deletado, portanto esse fórum não é para mais uma opinião (ao contrário dos outros temas do blog)

    ResponderExcluir
  6. Quer confusão maior do que essa ?

    "se houver mesmo desejo de divorciar-se dele, você estará livre para se relacionar de novo e até casar de novo"

    Isso não tem base bíblica nenhuma !

    Quer dizer que a suposta brutalidade deve ser tratada como a morte do marido ?

    Imagine se Deus tratasse o homem ignorante como um morto,Pedro e Paulo estariam perdidos,não acha ?

    Romanos 7:2 Porque a mulher que está sujeita ao marido, enquanto ele viver, está-lhe ligada pela lei; mas, morto o marido, está livre da lei do marido.

    Romanos 7:3 De sorte que, vivendo o marido, será chamada adúltera se for de outro marido; mas, morto o marido, livre está da lei, e assim não será adúltera, se for de outro marido.

    1 Coríntios 7:3 O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.

    1 Coríntios 7:4 A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.

    1 Coríntios 7:11 Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.

    1 Coríntios 7:13 E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe.

    1 Coríntios 7:14 Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.

    1 Coríntios 7:16 Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó marido, se salvarás tua mulher?

    1 Coríntios 7:39 A mulher casada está ligada pela lei todo o tempo que o seu marido vive; mas, se falecer o seu marido fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor.

    Eu entendo que o conceito de confusão é apenas uma desculpa para quem simplesmente "observa a isca e o anzol" e que acha que "valeu a pena ser pescador de ilusões"

    Valeu e vale a pena ser conhecedor e amante da verdade e pescador de almas.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Imagino um homem,desrespeitando a uma mulher e humilhado-a brutalmente e Jesus dizendo:-Filha abandone esse homem e case-se com outro,pois eu estava enganado ao dizer que uma mulher está ligada ao marido,enquanto ele vive,abandone a idéia de que eu voltarei para te salvar,pode deixar esse negócio de fidelidade pra lá;pois eu encontrei um lugar maravilhoso no céu e resolvi te abandonar também (como todo mundo faz),pode viver sua vida fácil e sem chateações,pois eu estava enganado quando falei esse versículo:João 16:33 Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.A verdade deixou de ser verdade,com o passar do tempo,não existe mais amor,nem salvação;sou um covarde que não está nem aí pra você,viva a ilusão que o mundo te oferece,pois pescar ilusões é mais fácil e pessoas covardes não suportam o peso da verdade,tchau,viva sua feliz mentira,e não me espere mais;foi bom te conhecer,adeus e até nunca mais.

    ResponderExcluir
  9. Não, eu imagino Jesus dizendo a ela o seguinte: Submeta-se a apanhar todo dia do seu marido, não denuncie isso leve pro seu pastor, ele melhor do que a polícia saberá o que fazer. Quer saber Gilson, Cadeia nele, Maria da Penha nesse canalha, e a mulher está livre sim porque ela não nasceu pra ser escrava de safado.

    ResponderExcluir
  10. Pastor, concordo e inclusive, tenho na familia divorciados. A igreja ainda ve com preconceito. Sendo filha de pastor, aprendi que Deus quer o melhor pra nos, e mesmo quando erramos, Ele nao vira as costas, pelo contrario, oferece perdao.
    Agora, cuidado com o que pedir em oracao.

    ResponderExcluir
  11. Mateus 5:20 Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

    15 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;

    16 Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.

    17 E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.

    18 Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.

    19 Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.

    Esse é o conselho do pastor,mas tem pessoas que preferem as leis dos escribas e fariseus,pois é mais fácil em curto prazo.

    Caso uma conversa particular não resolva,procura-se a igreja,caso a igreja não resolva,trata-se como um gentio,essa é a sequência.

    Agora uma pessoa representando a igreja dizer para deixar o marido e arrumar outro é piorar o que já estava ruim e ainda com um suposto apoio de Deus...

    Cansou de apanhar,viva a liberdade do celibato e descanse na lei de Deus,não na opinião das pessoas.

    Enquanto o marido vive,a mulher está ligada a ele,independente dos problemas no relacionamento e se quiser separar-se que seja por consentimento mutuo ou para o celibato,essa é a opinião de um homem chamado Jesus Cristo,se alguém aí conhece.

    ResponderExcluir
  12. Pode recomeçar sua vida querida... e ainda mete esse safado na cadeia...

    ResponderExcluir
  13. "Cadeia nele, Maria da Penha nesse canalha, e a mulher está livre sim porque ela não nasceu pra ser escrava de safado".

    Depois que você encontrar uma base bíblica para justificar a frase acima,terá autoridade para opinar sobre o relacionamento conjugal de uma ovelha.

    O bom pastor dá a vida pelas ovelhas,dedique a sua vida a ler um pouquinho mais a bíblia e submeta-se á vontade de Deus,independente da situação,não fique opinando e tentando se justificar.

    Deus é justo e santo,não terá o homem por inocente.

    ResponderExcluir
  14. Brutalidade é abandono do lar...esse cara não é crente... se o não crente quiser se apartar o crente está livre...

    ResponderExcluir
  15. kkk

    Em terra de pastor blogueiro,quem lê a bíblia é apostolo.

    Qual capitulo ou versículo mesmo você está falando ?!

    Qualquer que seja a sua interpretação sobre a brutalidade,não justifica o que você está dizendo,brutalidade é brutalidade,verdade é verdade,adultério é adultério ou sua opinião vai mudar o mundo e a palavra de Deus ?

    ResponderExcluir
  16. Está de sacanagem, olha depois do comentário de alguns confesso que sai da graça. Minha senhora, divórcio sim, o marido tem que tratar a esposa com dignidade! A senhora é mãe, fiel, temente a Deus: Eu tbm desejaria sua morte- Ps isso não é certo, mas acontece quando passamos por esses traumas, Peça ajuda á alguem, se ligue em Deus, procure outro ministério, denuncie-o a polícia, e peça o divórcio. Deus vai ajuda-la em todas as etapas. E aos machistas de plantão aliás ignorante fica minha pena...

    ResponderExcluir
  17. Querido gilson, acho que o tópico saiu da história da moça, pra virar o gilson tentando justificar na bíblia pq bate na mulher, misericórdia.
    Agressão é crime não é problema de relacionamento
    Eu e meu marido temos um gênio diferente e brigamos as x, isso é problema de relacionamento.
    Isso não me dá o direito de tacar o pau de macarrão nele e ele começar a dar na minha cara.
    Se liga! Ninguém é escravo de ninguém, não para apanhar calado. Acho que é seu caso, né, pergunte a Deus- eu disse a deus não á sua igrejinha metódica se é correto espancar a esposa!

    ResponderExcluir
  18. Pelo visto não se trata de qual Bíblia o sr. Gilson lê, mas em que tipo de Cristo ele crê. Jesus batia firme nesse tipo de gente.Eram chamados de fariseus hipócritas. Lembra-se da história do pão consagrado? Existem casos e "casos" e o bom senso critão jamais aconselhará ou estimulará espancamentos, torturas por um indivíduo que - provavelmente - não deveria estar na igreja, mas na cadeia ou em alguma instituição médica. Gilson sabe muito sobre a Bíblia e quase nada sobre Deus e sua misericórdia.

    ResponderExcluir
  19. Santos, olha precisamos ler mais a palavra de Deus, e ela é bem clara, nao existi divorcio na presena de Deus, ja foram citados ai acima, entao querida vc tem duas opçoes, ou fica só ou se reconcilie com seu marido

    ResponderExcluir
  20. Blog sobre sofrimentos domésticos e inter-relacionais da mulher
    Pra você mulher atual: Blog Mulheres fortes longe de homens Chupins
    http://pravocemulheratual.blogspot.com
    Olá,
    Gostaria de saber se você tem contato com ONGs e dentre outras instituições que estudam ou se interessem por assunto de violência verbal e física contra a mulher.
    Eu montei um blog com informações de homens violentos, exploradores e mulheres co-dependentes emocionais.
    O blog de forma narrativa fica mais interativo e menso sofrido. Ler uma história é sempre bom e mais interativo.
    è uma boa exemplificação. Meu objetivo é que várias mulheres que passarm po risto até vítma de gigolôs CONTEM SUA HISTÓRIA EM MEU BLOG(sem serem expostas, claro).
    Gostaria de uma sugestão ou orientação sobre esta abordagem e temática.
    E também quero fazer parceria com site que tem haver com assunto. Colocar você em meu blog e vice-versa.
    Eu convivi com um homem psicótico em mau-caráter e quero hoje dividir experiência para que demais mulheres não passem por isto. Não tem fins lucrativos por enquanto exceto os banners do Google que porei posteriormente que por se um assunto delicado colocar propagandas.
    Aguardo um retorno e agradeço a atenção


    Forte Abraço
    A Moderadora

    Livre-se de sofrimentos domésticos e inter-relacionais, porque haverá semrpe algo melhor fora dali!"
    Acesse o Blog e reflita! http://pravocemulheratual.blogspot.com

    .Por onde estou?
    http://twitter.com/longedechupins / http://www.facebook.com/help/?mail_sent#!/profile.php?id=100001624729475 / http://www.orkut.com.br/Main#Album?uid=2198115398801524196&aid=1
    Questione e Opine
    http://br.answers.yahoo.com/rss/userq?kid=IClgeQYpaa / http://www.enquetes.com.br/popenquete.asp?id=936405

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.