quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Divórcio gay. "Qué" mais não...

Depois de quase deflagrar guerra civil pra conquistar o direito de casar, os gays agora mudaram de idéia quanto a afirmar a perfeição de seus vínculos.

Mal conquistaram o direito de "casar", os gays agora reivindicam o direito de divorciar. Nesse caso, acho que é o único divórcio que é uma benção, ainda mais se for trocar o parceiro gay por um hetero. Vitória pros crentes? Nem sei... Mas se os gays querem esse direito, concedam!

Eles mesmos estão assinando embaixo que a união homossexual é uma instituição falida. Que o ícone da perfeição da "relação homo-afetiva" já caiu em descrédito e sofreu desgaste como qualquer outra pode sofrer. Deixem que se contradigam, concedam o direito.

E no mais, tudo na mais santa paz!

Leiam o post na UOL

4 comentários:

  1. http://fanatismofanatismo.blogspot.com/

    «Evangélicos Fanáticos»

    Um blog que expõe crimes, fraudes e abusos cometidos por exploradores do respeitável sentimento religioso de quem o tem.

    ResponderExcluir
  2. Prezado irmão,
    Gostaria de convidá-lo para conhecer o meu blog cristão e acadêmico:
    http://cristianismoeuniversidade.blogspot.com/
    Em Cristo,
    Glauco Barreira Magalhães Filho
    (Pastor, escritor, professor universitário)

    ResponderExcluir
  3. Muito bom belo blog, boa postagem.
    Que o Senhor nosso Deus venha te abençoar ainda mais.

    ResponderExcluir
  4. Os heteros não se divorciam ? então por que com os gays seria diferente? Mas isso não me interessa, quero lhe fazer uma pergunta que me intriga muito: Se Eva e Adão foram os primeiros seres humanos e eles tiveram filhos , com quem casaram esses filhos para ter outros?

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.