quarta-feira, 25 de maio de 2011

BOMBA! O Kit gay foi proibido! TOMOU!!!

Fonte: Julio Severo

Sob pressão intensa da bancada católica e evangélica, a presidenta Dilma Rousseff acabou de dar ordens expressas proibindo temporariamente a distribuição de qualquer material ligado ao “Kit Gay” nas escolas.

Ontem os deputados da Frente Parlamentar Evangélica e da bancada católica avisaram que devido à falta de atenção do governo de Dilma e às mentiras contadas pelo ministro da Educação, eles iriam obstruir as votações na Câmara, iriam assinar a convocação do ministro Palocci para se explicar sobre seus últimos escândalos, iriam pedir uma CPI contra o Ministério da Educação e ainda exigiram a exoneração do ministro da Educação.

Devido às ameaças contra seus ministros, e não contra a evidente imoralidade pedofílica do kit gay, hoje a presidenta Dilma deu ordens expressas proibindo temporariamente o ministro Haddad de distribuir os kits gays nas escolas públicas.
Não se sabe ainda se essa reação é uma vitória para nós, mas prova conclusivamente que pressões nos lugares certos causam incômodos com resultados positivos.

Comentário do @pastormarcio:
O resultado foi positivo, mas a pressão a que o Severo se refere infelizmente é a única que faz efeito no Brasil hoje. É um absurdo um grupo exigir do seu país respeito a moral e os bons costumes e não ser ouvido, mas quando o mesmo grupo aciona mecanismos de pressão sobre queridinhos estratégicos a presidenta cede. Quer saber, nessa causa específica e nesse tema, os fins justificam os meios.

2 comentários:

  1. Cíntia Rodrigues30 de maio de 2011 10:45

    Na minha opinião, modesta opinião, nossos filhos deveriam ser educados a respeitar o ser humano na sua essência e isto basta. Amar ao próximo, não julgar, respeitar pai e mãe, não roubar, não matar ... Me envergonho cada vez mais dos "cristãos". Já há muito tempo não freqüento uma igreja e confesso, não me faz a menor falta ... pois ali todos se cumprimentam, se abraçam ... mas saindo dali é cada um pro seu lado, passa por ti na rua e é só um aceno. O pastor nunca tem tempo pro seu rebanho (e num caso específico aqui da minha cidade, até bater na mulher ele batia) enfim, há uma vida na igreja e outra fora dali. Isso não serve pra mim, muito menos pra minha família. Só Deus conhece meu coração e sabe das minhas necessidades!

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que esta reação toda é exagerada. Eu vi alguns dos vídeos e não tem nada demais. O objetivo é fazer com que os adolescentes não sofram preconceito e discriminação, um direito que eles têm.
    O público-alvo são adolescentes de EM, não "crianças" como foi divulgado em diversas mídias. Eles não seram convencidos a ser gays porque, acredite, com 15/16 anos vc já sabe qual a sua opção.
    http://caixasdepandoras.blogspot.com/2011/06/kit-gay-realidade-e-manipulacao_4139.html

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.