terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O que Madre Teresa e a Princesa Diana tem em comum?


Como vocês podem ver, essa aí do lado é Madre Teresa de Calcutá. Incansável na sua luta contra a lepra em Calcutá na Índia. Faleceu no dia 5 de setembro de 1997 exatamente no mesmo dia em que falecia num acidente de carro a Princesa de Gales Diana.



Revirando meus bagulhos aqui, percebi que tinha uma revista Veja que falava das duas. O curioso é que nesse evento, foi publicado apenas uma página sobre a vida e obra de Madre Teresa, enquanto 23 páginas foram alvo da vida de Diana.


Há uma clara inversão de valores aqui. Como podem reservar 23 páginas de uma revista de grande circulação falando de quantos sapatos tinha a princesa, quantos casacos ela teve, como foi sua escalada rumo ao sucesso, como morreu terrivelmente perseguida por paparazzos enquanto estava em sua BMW com seu amante milionário, enquanto na Índia, uma outra mulher que dedicou toda a sua vida as vítimas da lepra, que viveu para proporcionar uma morte digna a pessoas que não tinham onde ir, recebeu apenas uma página pra falar de todos os seus feitos.


Meu único consolo, é saber que se Madre Teresa pudesse comentar a respeito desse episódio ela certamente abriria um sorriso e diria: "Melhor é o que Deus reservou pra mim, do que muitas páginas de revistas que se perderão com o tempo". Hoje, mais de uma década depois de sua morte, eu quero dedicar aqui uma homenagem póstuma a aquela que jamais vai deixar de nos inspirar com seu grande exemplo de vida... Madre Teresa... que está em paz!


E no mais, tudo na mais santa paz!

17 comentários:

  1. Grande exemplo de amor ao próximo e talvez, motivo de vergonha para nós Cristãos Evangélicos que temos feito tão pouco...

    Carlos Gomes

    ResponderExcluir
  2. Pr. Marcio a paz do Senhor. Sei que suas declarações vão causar um certo desconforto em nosso meio, mas eu estou contigo nessa, a madre Tereza é um exemplo de vida, vida que viveu para dar uma dignidade aonde niguém mais queria ir, essa inversão de valores é notória em nossos dias, lá no canto da igreja uma família pobre, precisando de uma cesta para passar o mês e lá no pulpito show aquele ser que se acha o próprio deus, com seus ternos de linho italiano, cabelo cheio de laquê, clodovil pentecostal. Pr. Marcio isso me revolta, me enoja e me dá mais forças para denunciar esses tais, principalmente na igreja aonde congrego. Palavras de C.H.Spurgeon: Eu não ousaria usar uma coroa de ouro na terra que meu Senhor usou uma coroa de espinhos.

    ResponderExcluir
  3. MADRE TEREZA....

    Na edição de novembro de 1989 da revista infantil - Clubhouse - da Focus on the Familiy, uma sorridente Madre Teresa apareceu na capa, com um artigo principal intitulado “Teresa de Calcutá, Uma Pequena Mulher Com Um Grande Coração”. Os leitores dessa revista foram levados a imaginar que Madre Teresa foi uma legítima cristã do Novo Testamento, a qual estava realizando uma grande obra para Deus, através de sua missão das Irmãs de Caridade. Madre Teresa, na realidade, era uma panteísta da Nova Era, a qual considerava o Budismo, o Hinduísmo, o Islamismo e as demais religiões como sendo todas caminhos aceitáveis para Deus. Isso é um grande engano. Ela também pregava o falso evangelho sacramental de Roma, tendo dado a multidões de pessoas um falso conforto, encorajando-as a colocar suas esperanças nessas futilidades, tais como a missa católica romana e a Maria católica romana. É abominação para Deus que Dobson apresente essa mulher em sua revista.
    (EXTRAÍDO DO ARTIGO DA Biblical Discernment Ministries - Editor - Rick Miesel
    ) FICO IMAGINANDO COMO PODE " UM PASTOR" QUE DEVE CONHECER A PALAVRA DE DEUS E SABER QUE A SALVAÇÃO NÃO É POR OBRAS, FICAR JOGANDO CONFETES EM PESSOAS QUE JAMAIS DISSERAM A VERDADE. SÓ DEVE SER UM APÓSTATA.

    ResponderExcluir
  4. Fico com suas últimas palavras:

    "Melhor é o que Deus reservou pra mim, do que muitas páginas de revistas que se perderão com o tempo"

    Fico imaginando neste nosso mundo de realitys shows, num empenho desesperado em aparecer, uma artificialidade na vida e pessoas que poderiam ser referências na vida, passam e não marcam, porque isso? Justamente porque seria boas referências e tirariam toda a "graça" de sermos artificiais, imbecis, egoístas e acima de tudo idiotas.

    Como diria mais ou menos o Oswaldo Montenegro, "gente se esforça e ensaia todo dia, e o povo só quer saber de ver Silvio Santos"

    Belo post e sua homenagem é a minha também.

    Paz e bem

    ResponderExcluir
  5. A boa obra tem que ser completa, vamos nos mecher ?
    Ou vamos ser crentes que não faltam um culto, um evento gospel, seremos crente passarinho ? aquele que não sai da gaiola.
    Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que ou vocês são muito burros, ou não leram o texto do Pr. Marcio direito. O anonimo falou, falou e falou e não disse nada, todos nós sabemos quem era ela, o post em questão é a vida que ela deu para cuidar de pessoas que este anonimo rejeitou santo legalista,é a inversão de valores da querida revista. Isso serve também para você LIBERDADE ÍNTEGRA.

    ResponderExcluir
  7. Respeitemo-nos, aceitemos o pensar de outros irmãos, mesmo não sendo o certo, no grito não mudaremos ninguém, estejamos sempre na paz de JESUS.
    Gilbert Raposo, um aprendiz em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  8. Queria ver qual desses anônimos permaneceria com todas suas certezas sobre Deus se passasse sua vida nos bolsões de pobreza da África, no meio de crianças agonizando doentes.

    Madre Tereza foi uma santa, mesmo com todas suas dúvidas, pois de uma coisa ela nunca desistiu nem duvidou: do AMOR.

    E se ela não foi para os braços do Pai, desconheço quem iria.

    ResponderExcluir
  9. Sabe o que mais me espanta?

    É ver que os fariseus existem ainda em pleno século XXI.

    Uns se escondem com o anonimato pra poder proferir verdadeiras idiotices e outros vem com um nick de Liberdade, mas no fundo continua PRESO ao farisaísmo.

    Aqui não se discute a posição de Mader Teresa, nem a sua fé católica.

    Aqui se fala de alguém que abriu mão de tudo pra ajudar os esfomeados na África enquanto que a Diana não abriu mão do seus bens e títulos de nobreza, e a sua morte teve um destaque 30 vezes maior do que a da Madre Tereza.

    Agora vai a prergunta pros fariseus.

    VOCÊS FAZEM ALGUMA COISA EM FAVOR DOS POBRES ESFOMEADOS OU FICAM COM O POPÔ SENTADO NOS BANCOS DE SUAS RESPECTIVAS IGREJAS, SEM FAZER NADA?

    Estamos juntos meu Pastor!!!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo Post , esta aí um belo exemplo para seguirmos " Madre Teresa" Independentemente de credo religioso.

    Um abraço a todos os amigos que também visitam este blog.
    Deixo aqui também uma dica legal de um site que conheço.

    www.namiradaverdade.com.br

    ResponderExcluir
  11. Haha SHOW
    "Melhor é o que Deus reservou pra mim, do que muitas páginas de revistas que se perderão com o tempo"

    Muito boa.

    ResponderExcluir
  12. Interessante a Humildade sempre vence,inversão mesmo.

    ResponderExcluir
  13. Interessante a Humildade sempre vence,inversão mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Madre Tereza exemplo de Vida, se ela foi salva ou não, não sabemos, A Fé salva, mas do que adianta ter fé se a nossa vida no mundo seja um lixo, pq qualquer pessoa pode ter fé, mas ter dignidade nem todos tem! Então meus irmãos se não fizermos boas obras, nossa fé vai c em vão,.

    Madre Tereza, exemplo pra mim que sou Católico!

    ResponderExcluir
  15. O que elas tem em comum é a caridade! A caridade em ajudar o proximo. Assim a Bendita madre viveu uma vida voltada aos pobres, a Diana Tb com as crianças que sofriam de AIDS. O que as revistas fizeram com suas reportagens não importam mas com certeza elas devem estarem juntas em auxílio aos necessitados. Lembrem-se Não julges para n serdes julgados.

    ResponderExcluir
  16. Por favor, qual a bibliografia desse texto? Obrigada desde já......grupoallankardec@gmail.com......do blog http://grupoallankardec.blogspot.com

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.