segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Eu detesto ecumenismo.


Não gosto mesmo. Eu não vejo motivo pra sair por aí desfilando em carro aberto unido com pessoas dos mais diferentes credos para proclamar unidade. Sou totalmente contra o julgo desigual. Também não gosto da idéia de subir no mesmo palco que artistas de outras religiões e dizer que somos "irmãos", quando a Bíblia nos diz que não é assim que acontece.



Isso não quer dizer que não deve haver diálogo intereligioso, nem que deve haver hojeriza para com religiões diferentes da nossa. Apenas quero deixar claro que não compactuo da mesma devocionalidade de nenhuma outra religião e que não me ajoelharia pra orar com um muculmano por exemplo, porque nossa fé é completamente oposta.


No caso de beligerância, agir para o bem comum, estou sempre aberto a qualquer proposta que seja realmente eficaz e fuja do mero assistencialismo que pra mim é um veneno. Por exemplo, se um pai de santo, me chamar pra tentar erradicar a fome no lixão sem divulgar nem a igreja, nem ocentro de macumba, eu vou amarradão. Alí o assunto não é fé simplesmente, mas o ser humano, criatura de Deus que precisa ser atendida em suas necessidades básicas.


Bem, acho que me fiz claro, de qualquer forma, deixo esse tópico aberto para qualquer um que tiver uma idéia diferente e quiser expressar nos comentários.


E no mais... tudo na mais santa paz!

15 comentários:

  1. Acredito que no fundo a busca é única... "Deus".

    ResponderExcluir
  2. Não acho que a busca seja única... Senão, estaremos dizendo que todo caminho leva a Roma! Acredita nisso?

    Mais um bom artigo, pastor...

    Saudações!

    ResponderExcluir
  3. A busca não é única mesmo, pois o apóstolo Paulo foi BEM CLARO quando descreve o retrato fiel de TODA a humanidade pós-queda:
    "como esta escrito: não há um justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem , não nenhum sequer." Rm 3.10-12

    Só quem busca a Deus é quem já foi encontrado por Ele!

    ResponderExcluir
  4. Concordante e bastante apropriado o estandarte da tolerância entre os credos religiosos, especialmente num país multicultural como o nosso. Entretanto, ceder ao diálogo interreligioso não pode significar sinal verde para o ecumenismo, o que é avesso biblicamente falando.

    ResponderExcluir
  5. Acho que devemos estar abertos para a nossa verdadeira essência Divina...
    Deus não escolhe pessoas e nem faz distinção religiosa... Ele busca o coração de seus Filhos, a Pureza!
    Ele não quer saber de suas crenças pessoais, dos dogmas... da mesma forma que não quer saber se é circuncidado ou se come carne...
    Ele quer adoradores do Amor Incondicional! Não adoradores que ajoelhem no altar mas com o coração amargurado! Ele quer aqueles que sigam sua Palavra e não aqueles com interpretações pessoais dos "achismos". Sua religião não e o importante para Deus, e sim o seu sincero propósito!

    ResponderExcluir
  6. Tambem me faço claro atraves destas palavras.
    ECUMENISMO. NÃO!!! NUNCA!!!!.

    Se pertencemos a Cristo como é que vamos andar junto com satanas e ao mesmo tempo compartilhar de seus sentimentos.

    OU SOMOS DE CRISTO!!! OU SOMOS DO DIABO!!!

    Stefan Zakowski
    szakowski@bol.com.br

    ResponderExcluir
  7. Concordo com a tolerência religiosa (é lógico). O que de fato não está relacionado ao ecumenismo e que nós cristãos devemos rejeitar veementemente.
    O que precisamos buscar é a unidade da Igreja. A unidade do Corpo de Cristo.

    Shalom.

    ResponderExcluir
  8. Acho que meu comentário anterior está meio ambigüo, o que quis dizer é que devemos rejeitar o ecumenismo e não a tolerência religiosa.

    ResponderExcluir
  9. Afinal, o que garante que o Cristianismo é tão superior as outras religiões? Uma coisa que eu odeio no cristianismo: A prepotência.

    Deveria ser a religião do amor, mas a caracteristica mais forte é essa: Prepotencia.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Ei Marcio, foi tú mesmo quem escreveu e postou isso?
    E qual o objetivo? E porque a foto do Malafalha? To boiando...
    Eu sou Anglicano, logo ecumênico, chegado a um diálogo religioso,
    Desde de criança criado no ceio batista, assembleano, presbiteriano e outros anos.
    Passei um tempo fora pra ver as coisas de outro ponto de vista, e vi...
    Hoje lamento a arrogância evagélica, tenho mais facilidade para falar sobre Deus com pessoas de religião diferente,
    No mais, evangélico não pode ser ecumenico mesmo, agente nem se considera uma religõa
    "somos o povo eleito de Deus" né isso? por favor..
    E no mais tudo em paz!!!
    ( você não me pediu isso emprestado)

    ResponderExcluir
  12. Mano, somos mesmo arrogantes e isso é lamentável. Na questão do diálogo intereligioso sou chegado tb! Moleque vc é quase um católico, mas eu te amo assim mesmo...hehehehehehehe

    Abração do teu fã
    Márcio

    ResponderExcluir
  13. más e ae...porque a foto do silas?
    isso é propaganda enganosa..
    no mais aouça uma radio que vale a pena: www.radioanglicana.blogspot.com
    amo você cara!!!!

    ResponderExcluir
  14. O problema é que há pouco tempo o Silas tava dizendo que o terra nova era herege dos brabos e nessa foto ele ta abraçado com o herege... logo, é um pseudo protestante abraçado com um paióstulo... logo ecumenismo... já que os dois pertencem a seitas diferentes mas estão unidos!

    ResponderExcluir
  15. Muito interessante seu blog meu amigo, dou graças a Deus porque ainda existe gente com espírito crítico e com consciência do evangelho e por isso não se deixando levar por vendilhões da fé como esse grande espertalhão do Silas Malafaia. Será uma honra recebê-lo no meu blog.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.