terça-feira, 27 de outubro de 2009

E dançar, pode?


Bom, depende da dança. Se for sexo disfarçado de dança não. Mas se for algo sem pretenção de ser sensual não tem problema nenhum. O grande caso é que tem gente que vê sexo em tudo. A mulher se mexeu, pronto, vem os comentários ferinos. Quanto as mulheres que já tem uma sensualidade natural, é bom que vigiem porque ninguém é de ferro.



Tem também o outro lado da moeda que é a dança profética ou dançar no espírito. Não acredito em nada disso, mas respeito quem acredita. Não me venha com essa história de que Miriam e Davi dançaram profeticamente porque não é isso que a Bíblia diz. Aquele contexto é festivo e pressupõe louvor a Deus através uma atividade que poderia não ser específicamente a dança.


Não vejo problema em ter um ministério de dança na igreja. Seja contemporânea, ballet, jazz e etc... só vejo problema em atribuir mística a essas coisas. Eu não sou adepto da dança enquanto o louvor toca por exemplo, porque tira a atenção do teor das letras e leva pra menina dançando. Desfocaliza totalmente o sentido da música como adoração.


Como já disse antes, a dança se não for exacerbadamente sensual, não combina com o testemunho cristão, mas também tenho que ressaltar que é ridículo ver os crentes todos "presinhos" pra não pecar dançando. Você é livre, então dance! Mas vigie porque quando você dança assim como em qualquer outra atividade, você está dando testemunho.


E no mais... tudo na mais santa paz!

25 comentários:

  1. Meu brother Márcio,

    Tira-me uma dúvida "excruciante e cruel":

    Porque é que nos tais ministérios de Dança só participam as maiores gatas da igreja. Ah, e novinhas, também?

    Porque é que não se faz um ministério de Dança com as maduronas, com as gordinhas, assim, tudo misturado, afinal, não é para Deus?

    Será que esse senso estético aplicado na seleção das dançarinas é um "discernimento espiritual" dado por Deus, ou é coisa premeditada mesmo?

    No mais, concordo contigo. Desde que não se invente a liturgia da dança, ou digam que é um ato profético, que dancem. Aliás, isso me traz outra dúvida:

    Se a dança "é de Deus" (como afirmam os defensensores da dança profética, liturgia da Dança, etc.), porque só um pequeno grupo dança, e não todo o rebanho? Será que dançar é um dom, tipo glossolalia, que do qual só os iniciados podem desfrutar? rs...

    Abraço mano!

    Leonardo.

    ResponderExcluir
  2. Respeito a sua opinião cada um tem uma forma de ver ala coisas.
    Eu participo do ministerio de dança de minha igreja e temos muito cuidado tanto com nossas vestes para que isso não seja sensual.
    Agora dizer que dentro do ministerio de dança exite somente pesssoas bonitas? Dentro do meu ministerio exitem pessoas gordinhas, baixinhas, loiras e etc...o importante está no chamado.
    A dança por ser uma atividade que dispende esforço físico exite uma limitação na idade.
    Quanto a questão todos tem que dançar? É como dizer que todos têm que ser pastores?
    nós dançamos durante o louvor , a dança é louvar a Deus também.
    Antes de termos a nossas opiniões precisamos colocar também o direito do controverso.

    ResponderExcluir
  3. Aff! Primeira vez que discordo de você, Pr.! E discordo muito!

    De vc e do Leonardo Gonçalves....
    Desculpe mas achei extremamente machista e superficial a opinião dos dois...

    Vejo a dança como uma manifestação de louvor a Deus sim...e não acho que tire a atenção dos irmãos na hora do louvor...
    A não ser que esse "irmãozinhos" não estejam prestando culto a Deus mas sim "assistindo" ao culto....mas aí "vamo combiná" não precisa nem de dança...uma irmãzinha com um vestido mais colado já é suficiente....

    A dança edifica muitas vidas.... e é um dom de Deus...Ou seja, não é todo mundo que sabe cantar, não é todo mundo que sabe pregar, não é todo mundo que sabe atuar, porque que tem que ser todo mundo que sabe dançar????
    Eu também não sei cantar ...canto junto com a igreja no momento de cânticos mas isso não me dá a autonomia pra pegar o microfone e ir lá na frente dirigir o louvor....o mesmo pensamento pode ser levado pra dança...existem pessoas que tem dom de dançar e abençoar as pessoas....

    Vocês estão generalizando e todos nós sabemos que generalizar não é bom....

    Eu sinceramente desconheço o fato de que nas igrejas só possam entrar as bonitonas e magrinhas e novinhas nos ministérios de dança....conheço VÁRIOS grupos dos quais participam gordinhas, mulheres mais velhas, até mães já...

    A dança, assim como qualquer outra forma de louvor, se não for feita em espírito gera problemas óbvio...mas nesse caso o problema não está na dança...

    ResponderExcluir
  4. Nayhara eu não disse que não pode, poder pode, só que eu não creio que seja transformador como a música e a Palavra. Nunca vi ninguém dizer: "Olha quando eu vi aquela menina dançar minha vida mudou!"... é disso que to falando... quanto a dançar espiritualmente, não entendo isso, me soa como transe, dançar é dançar...Que quiser, pode colocar até um corpo de bailarinos de 50 pessoas dançando no púlpito, mas eu não gosto e acho desnecessário.

    ResponderExcluir
  5. Bom...é a sua opinião...eu eu respeito...
    É por essas e outras que a experiência com Deus é individual...

    Mas posso dizer pra você que a dança mudou a MINHA vida...através da dança eu me aproximei de Deus e pude ter uma experiência de mudança de vida....

    Além disso também posso te garantir que foram muitas as vezes em que após um culto onde dançamos ouvi de muitas pessoas que elas haviam sido muito tocadas e abençoadas...

    ah! e claro, é óbvio que não tem comparação a dança com a palavra...não quis dizer isso...só quis mostrar que tanto uma coisa quanto a outra podem ser feitas na carne e não no espírito e assim não edificar vidas....

    ResponderExcluir
  6. Nayhara

    Sou dançarino tbm e sei como é um ministério de Dança.
    Porém discordo de você qdo vc diz que dançar é um dom.
    Não,dança ñ eh um dom,e sim talento adquirido,mtas pessoas secularmente e no meio gospel não sabiam dançar e aprenderam..
    Eu dançava outros estilos secularmente,mais soh qdo entrei no ministério de drama e dança q estou hj,aprendi o hip-hop.

    O Pr Márcio disse,que só novinhas e bonitas fazem parte..
    Nem Sempre Pr,no meu ministério a maioria eh novinha e bonitas,porém tem eu de feio,minha líder tem 42 anos e está aberto até para as idosas..
    Só que os mais velhos tem vergonha..

    Espero ter ajudado em algo..rsrs


    Fikem na paz,

    Wanderson Lima

    ResponderExcluir
  7. Wanderson, foi o Léo que disse isso, não eu...o texto não diz isso mano.

    ResponderExcluir
  8. Pr.Márcio

    Desculpa querido..
    foi tanto comentário que li junto que acabei errando...]
    Me Perdoe mesmo Pr.Márcio..

    Então Léo,receba sua parte...rsrs

    ResponderExcluir
  9. Nayhara:

    Mas porque essa separação de coisas que se fazem na carne ou no espírito, por que não ver tudo como simplesmente humano.

    Sim! Porque é na observação da beleza das coisas humanas que, do nosso interior damos gloria a Deus.

    Dança é dança, musica é musica e beleza feminina é beleza, eu sei que posso apreciar todas essa coisas demasiadamente humanas e dar gloria a Deus no meu coração.

    Não tenho o costume de orar para comer, mas geralmente não consigo vê-la sem no meu coração dar graças pelo processo humano, de suor e carinho com que ela chegou ate a mim.

    Quando uma mulher sensual me desperta desejos e pensamentos, eu olho para cima e digo: oh meu Deus! Obrigado, sou normal, estou vivo, sou homem.

    Toda beleza humana e carnal (sem essa paranóia de querer ser espiritual) me remete a Deus.

    ResponderExcluir
  10. Gresder...

    Eu concordo com você sobre a história de espiritualizar as coisas...Muitos tem exagerado e se perdido...

    Quando disse sobre esta história de carne e espírito, quis dizer dentro do contexto do culto coletivo a Deus...Quando os ministérios estão alí praconduzir a adoração e preparar os coração pro mais importante que é a palavra. E também pra tentar mostrar ao Pr. que a dança pode não ser desnecessária como ele pensa...

    Acredito que somente um coração que adora em espírito e em verdade é capaz de transmitir o amor de Deus para as pessoas... e de verdade acredito que isso pode sim ser feito através da dança...assim como outras coisas dentro da igreja...e acredito de verdade que baseado nisto tudo que está sendo dito, sobre superficialidade e carnalidade, só sobra a palavra nos cultos...o resto pode cortar tudo....

    Sobre a história de a dança ser ou não um dom eu continuo pensando que sim, wanderson....
    existe uma grande diferença entre dom e talento...
    Vamos usar um outro exemplo que não seja a dança pra ilustrar: a música por exemplo. Conheço gente que tem talento (dentro da igreja tá, secularmente é outro assunto). Que canta bonito e tudo mas que não me toca quando canta. Não tem o DOM de levar as pessoas a adoração quando levantam a voz. Toh mentindo ou isso só acontece na minha igreja???

    Enfim...chega...
    Esta discussão já se estende a tantos anos que cansa...
    Que Deus continue abençoando a vocês todos. E que ele trabalhe nos corações conforme a vontade dEle...

    Espero que Deus continue também abençoando as vidas e as igrejas através da dança assim como tem abençoado a minha.

    ResponderExcluir
  11. Caro Pastor Márcio.

    Entrei no seu bolg indicado por uma das jovens da qual sou líder no nosso ministério e quero apenas observar algumas coisas.
    Primeiro lhe peço que tome cuidado com algumas coisas, com comentários co tipo que fez sobre o Leo, o chamando de ídolo. Sei que foi uma brincadeira, mas levando em consideração a seriedade do assunto, me desculpe, mas soou muito mal. A Bíblia nos relata que o povo no passado não foi abençoado porque os reis levantaram altares a ídolos e não abandonaram seus ídolos, por isso Deus não lhes abençoava. Oriente-os quanto a isso.
    Outra coisa que precisamos tomar cuidado é quando tentamos limitar a manifestação do Espírito do Senhor. Quão insondáveis são os Teus pensamentos Senhor. A manifestação do Espírito tem diversas finalidades, já dizia Paulo.
    Outro ponto é que precisamos dar a Deus o nosso melhor e se muitas pessoas dançam em louvor ao inimigo de nossas almas, porque nós não podemos dançar em louvor a Deus?
    Com relação à prestar a atenção ao culto, faça-me o favor, se a minha atenção está voltada à quem está dançando, quem está tocando, quem está falando, eu não vim para prestar culto e sim para participar de uma atividade social. Muitas igrejas estão cheias de sócios e não de cristãos.
    Para finalizar, conheci um pastor (já está com o Senhor) que dizia que o exército de Deus é o único que mata seus próprios soldados.
    Enquanto a igreja descrimina os ministérios de dança o mundo os recebe de braços abertos. E que foi que disse que o diabo tem domínio sobre alguma coisa? Todas as coisas são para dEle, por Ele e para Ele.
    Com relação ao comentário sobre as meninas feias, gordas ou velhas, oriente suas ovelhas que este tipo de comentário não interessa a Deus, pois Sara tinha quantos anos quando foi chamada a ser mão da grande nação prometida a Abraão?
    Desculpe-me, mas na igreja que sirvo ao Senhor estamos muito preocupados em fazer com que os jovens tenham uma comunhão individual com Deus e ouçam de Deus o que o próprio Deus quer deles e não o que eu ou o pastor da igreja queremos deles. Não limites o que Deus tem pra sua vida, ou pra vida de quem quer que seja, simplesmente porque alguém da igreja está incomodado com a dança, com o som alto, com o cabelo, com a roupa ou com qualquer outra coisa. Esse tempo já passou. Louvai ao Senhor com saltério e harpa, com danças.... Talvez seja por isso que nossas igrejas andam tão vazias, pois estamos preocupados com a aparência, com o externo. A Bíblia nos diz que a árvore é conhecida pelo fruto e não pela aparência. Deus quer usar o Brasil para salvar o mundo, mas temos visto muita dificuldade, pois o Exército de Deus tem atirado nos próprios soldados.
    Que Deus continue abençoando seu ministério e nos dê sabedoria e discernimento vindo do alto céu para que possamos alcançar todas as tribos, linguas, povos e nações, com seus costumes, suas danças, suas origens e cultura.

    ResponderExcluir
  12. Que me desculpem todos ...mas sempre odiei esse negócio de dança na igreja... não acho nem por um pouquinho edificante, e vamos falar : MINISTÉRIO DE DANÇA !!! é demais, né?
    Se alguém quer dançar , que dance , que vá para uma festa e etc.
    Uma coisa é a dança de Davi, após uma batalha para celebrar mais uma vitória, outra é ensaiar uma coleografia, geralmente cafona, e dizer que é MINISTÉRIO!!! Eu sempre danço quando estou feliz , para celebrar a minha alegria, mas o que vejo na igreja são pessoas frustadas e que gostariam de ter feito balet ou de estarem numa companhia de dança!!! Que tenham a coragem de reconhecer que gostam de dançar, o que acho ótimo, mas não cometam a breguice de dizer que é ministério!!!

    ResponderExcluir
  13. Quando a dança é feita de coração para Deus, com o intuito de adoração, ela automaticamente é decente, pois tudo de Deus é com Ordem e Decência.
    Agora sobre dizer que há uma discriminação com relação aos padrões estéticos, de gordinhas, mais velhas eu discordo, pois é questão de gosto, nem todo mundo gosta de se expressar corporalmente. Acha bonito, mas ele próprio prefere não dançar. Acha que não leva jeito e vários motivos. Agora SE HÁ discriminação, aí é uma atitude inaceitável. Na Igreja que eu congrego não há isso. Dança meninas um pouco acima do peso, magrinhas, mais velhas.
    Eu já vi um grupo de mulheres Senhoras, dançando, não com aquela desenvoltura como meninas novas, mas dançando normalmente e decentemente é claro. Dança é algo muito lindo feito com decência e com coração quebrantado, algo que o Senhor receba como cheiro suave às suas narinas.

    ResponderExcluir
  14. Se alguém duvida que este ministério possa ser edificante é porque ainda não viu, por não ter oportunidade ou vontade, um grupo que passe tudo o que Deus tem a dizer através do corpo.
    Realmente há grupos que se prendem a simplesmente a melodia e enquanto a musica fala de céu eles deitam, quando falam de ar eles são terra, quando falam sde terra eles são cèu, não ligando a letra ao conteúdo.
    Mas se já tiveram a oportunidade de ver grupos que conseguem trasmitir, como num musical mesmo, usando o ritmo e as letras, num encaixe perfeito. Oh gl´[oria! É bênção pura.
    Isto não é pra qualquer um, nem pros estudados, e sim pra aqueles que o Senhor preparou.
    As vezes não damos nada por um, nem por outro, mas depois que o louvor começa, parece que podemos até tocar Deus. Os movimentos não vêm do corpo e sim da alma.
    É algo que te prende a atenção ao exato teor da letra.
    Quantas vezes já vi pessoas cantando e errando totalmente a letra, porque simplesmente está repetindo aquela melodia, junto com o demais, sem nem ao menos prestar atenção no que canta.
    Quando as palavras são tranformadas em gestos, se guiadas pelo Espírito, compreendemos a exata extensão da coisa.

    Já vi prantos e entrega de vidas através do grupo coreográfico.
    É abençoador.

    ResponderExcluir
  15. xFullMetal Jacketx7 de novembro de 2009 23:54

    rapaizz....eu ainda nem sei direito como funciona esse negócio de dança...mas gostaria de dançar um Jazz ou um Break Dance...ah, esses sim eu gostaria...são bacanas...^^

    ResponderExcluir
  16. Pastor, concordo com O senhor qndo diz sobre a sensualidade na dança é tal...
    mais a dança é louvor, e é possível adorar na dança...

    A dança é arte de expressar os sentimentos através dos movimentos do corpo.Então qndo se dança para DEUS, você está expressando todo o sentimento por ele, seu amor, sua ADORAÇAO, ao DEUS vivo!!!
    e qnto a dança durante a Ministraçao do louvor, naum creio q tire o sentido da adoração pelo contrario, a expressão do corpo, pode criar vida a musica...
    claro q tudo deve ser feito com noção, naum dá p sair rebolando no meio do louvor...é preciso ter sabedoria, para fazer tudo com ordem e descencia.
    e Pastor a dança pode transformar vidas sim!
    conheci um bailarino,q dançava na igreja, entaum ele começou a fazer aulas em uma escola secular, e aquilo começou a tomar o tempo dele, ele saiu do grupo de dança da igreja. Entaum um dia Deus falou grandemente com ele, ele se quebrantou, entaum a lider do grupo de dança disse p ele se trocar pq aquele dia ele iria dançar p SENHOR. Entaum ele dançou e foi transformado! E qdo vc vê ele dançando é impossivel naum ver a presença de Deus agindo, em meio aquela Adoraçao.

    esse é apenas um exemplo...

    eu mesma, ja me quebrantei dançando, é algo maravilhoso e sem explicaçao...e como se vc pudesse sentir a algo novo e puro passando por seu corpo, a presença de DEUs sobre as nossas vidas, e esta transforma!

    É totalmenente preconceituoso dizer q somente as "bonitinhas" da igreja, podem fazer parte dogrupo de dança, no meu grupo tem alta, baixa, magra, gordinhas...
    Em um grupo de louvor, por exemplo, quem toca, quem canta, são aqueles q são preparados p isso, q estudam ou estudaram para serem músicos,(naum dá p pegar um violao e fazer um barulho lah sem saber tocar...) qnto a grupo de danças é mesma coisa, faze m parte aqueles q sabem dançar, q está sendo preparado p isso.

    A dança na igreja é errada qdo é feita simplesmente por vaidade, qdo se esquece q na casa DEUS e lugar de ADORAÇAO.

    bom é só

    e DEUS ABENÇOE

    paz

    ResponderExcluir
  17. Enquanto voces discutem a dança com uma importância inusitada, sou arremessado à Cristo em sua caminhada pelos montes,terras e corações áridos. Imaginei um monte de dançarinas atrás Dele, o pessoal do som, figurinistas, maquiadores e compositores produzindo incansavelmente o "show" no Sermão da Montanha. Tsc..tsc..tsc..tsc...

    ResponderExcluir
  18. Pera aí, isso que vc descreveu não é o filme "jesus cristo superstar"?

    ResponderExcluir
  19. Já dancei em alguns grupos e vi q muitas querem é mesmo se mostrar...ou enfeitar culto.

    ResponderExcluir
  20. Acho que quem trabalha com dança na igreja deve ter bom senso. Isso não vale só para as moças, para os rapazes tb. Na minha igreja as vezes o pessoal prepara umas coreografias até legais. Os gestos e movimentos completam a letra da música formando uma mensagem interessante. Mas tenho uma resistência à dança espontânea, (a cânticos espontâneos tb). Tb não acho legal ter uma pessoa dançando e os outros olhando.

    ResponderExcluir
  21. Não vejo problemas na dança em si. Abstraídos o estrelismo e a sensualidade, a dança pode ser um excelente instrumento de evangelização ou até de demonstração de alegria.
    Não vejo, entretanto, espaço para danças liturgícas, que podem desviar o foco da adoração, como alguém já comentou anteriormente e criar um clima de descontração e desconcentração contrários à função da musica na adoração a Deus.
    Referências bíblicas à dança na adoração são restritas e culturalmente contextualizadas.

    ResponderExcluir
  22. Daqui a alguns anos vamos lembrar desse "ministerio". Isso tudo passa como outros modismos que ja passaram nas nossas igrejas. Vale a pena até lembramos de alguns. Vou começar com um. Vocês por favor me ajudem.Eis aí:
    GUERRA ESPIRITUAL!!!

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Léo Scartezzine disse...
    Danças,coreografias,mulheres jovens (ou não),"é-louvor-não-é-louvor".Ok.
    Tem momentos que medimos sua importância pela distância que eles tem de Deus -se é que me entendem.

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.