quarta-feira, 12 de maio de 2010

Carta aberta a comunidade gay.

Ontem devido a um artigo publicado na edição matinal do meu blog, centenas de pessoas se manifestaram de forma extremamente agressiva e perturbadora através dos comentários do blog e no twitter.

Gostaria de esclarecer alguns pontos que podem fazer diferença para alguns que ainda acreditam no diálogo. Não sou homofóbico. Se eu fosse homofóbico eu não combateria posturas, combateria pessoas, e isso eu não fiz. Tenho amigos e amigas gays e convivo bem com eles, nenhum deles jamais me disse ou ao menos esboçou dizer que eu sou homofóbico. E como combato idéias e posturas não existe preconceito, apenas discordância. Ninguém é obrigado a concordar com o que os gays querem estabelecer como regra na sociedade. Vocês provaram hoje que entre o debate e a agressão a pessoa, vocês preferem agredir as pessoas. Todo mundo tem que dizer amém pras idéias de vocês, pois é, eu não digo.

Outro ponto importante é entender porque uma comunidade que milita em busca de respeito, desrespeita tanto as pessoas? Vejam aqui alguns comentários: "Mas quanta imbecilidade. Vai rezar, vai..."; "Tu escreve muito mal, e, pelo pouco que deu pra entender, você tem problemas mentais."; "Pastorzinho, você vai se fuder tão gostoso, tão gostoso, que não vai se esquecer. Aguarde :)"; "A comunidade gay está de olho em você. Se comporta direitinho, seu pedaço de lixo crente!!!!!"; "PUTO IGNORANTE" e daí pra pior. Vocês gays chamam isso de que? Na minha terra isso se chama agressão, desrespeito a pessoa, tortura psicológica e falta de educação. A comunidade gay, tão amável aprova ameaças de baixo calão como as que estão lá no comentário?

Fora isso, teve uma ativista que prometeu me denunciar, chamou até desembargador pra interceder, mas denunciar contra o que? Qual o crime que cometo por expor minhas idéias? Não vão me amordaçar, EU DIGO NÃO A MORDAÇA GAY. Isso só confirma o que diz meu artigo, qualquer coisa que falem sobre um gay é motivo de denúncia e processo. Postura ridícula.

Ninguém é obrigado a baixar a cabeça para o que vocês chamam de orientação sexual. Se eu acho que isso é pecado, tenho o direito de dizer que é, e isso ninguém toma de mim. Quando vocês comemorarem o dia do orgulho gay, orgulhem-se da selvageria e do terror que sua comunidade tentaram trazer a minha pessoa. orgulhem-se dos xingamentos dos comentários e dos argumentos ridículos que seus ativistas postam.

Se não gostam do que escrevo, vão ler o Júlio Severo, o Paulo Coelho ou alguém que afague o ego de vocês. Recebo todo dia gente que se declara homossexual na minha casa e já aconselhei muitos gays que frequentam a Igreja evangélica e todos eles são gratos pela conversa. Não quero converter ninguém, essa não é uma atribuição humana, quero apenas ter o direito de me expressar, assim como vocês tem o direito de sair semi nus na parada gay.

Não acho que todo gay é devasso, nem que todo devasso é gay. Não creio que vocês tem o demônio no corpo, nem que sejam doentes. Mas tenho o direito de crer que vocês são pecadores como todos nós e que precisam encontrar Cristo. Quem diz isso é a Bíblia, que pra mim é regra de fé e prática. No fim das contas, vocês praticaram os cinco pontos que citei no post e ainda dizem que são a fina flor da intelectualidade e da educação.

E para os que se dizem crentes e assinam embaixo do que os gays dizem e que acham que fui preconceituoso ao defender as posturas bíblicas e o direito de se expressar, façam o seguinte, inscrevam-se no grupo gay mais próximo da sua casa e desfilem na parada gay, militem com eles pela lei da mordaça gay e pelo direito de impedir que gays arrependidos recebam tratamento terapêutico para reencontrarem a heterossexualidade.

E no mais, tudo na mais santa paz!

28 comentários:

  1. Buenas, pastor!
    eu sempre aki acompanhando de platéia estas discussões...
    Aiai, 'crentes' q não leêm a Biblia e ativistas libertadores querendo reprimir...
    sou a favor da livre expressão... este é um país livre... mas quando se assume um 'pensamento'... não se deve sair usando este pensamento/postura para reprimir os outros seres humanos que também possuem o direito de ir e vir...
    'crentes' não podem, de maneira alguma, condenar ninguem, nem uma formiga sequer... o único direito do crente cristão é amar o próximo (gays, que tantos condenam) como esse crente ama a si mesmo...
    e se expusessem e lhe condenassem por serem cristãos? não faça para os outros o que não gostariam que fizessem para ti.
    Conheço muitos Gays, e poucos precisam sair provando o seu ponto de vista para os heteros que se julgam tão certos... não sei pq aqui alguns fazem tanta questão de se impor de maneira tão 'não livre-expressão'!
    mundo maluco...
    Respeito é o que falta aqui, e esses 'cristãos' são os que deveriam estar demonstrando mais.

    Bom artigo, pastor, livre expressão é livre expressão... ou para o que se luta tanto afinal?
    Deus abençoe,
    Ana
    *cristã, hetero, sem preconceitos*

    ResponderExcluir
  2. Pastor, Concordo plenamente com todas as suas palavras. Não sou contra a pessoa gay, até porque a palavra de Deus nos manda amá-las como qualquer outra pessoa, mas sou extremamente contra a opção pecaminosa dos gays que é pecado incontestável na bíblia! E a mais pura verdade é essa Pastor, não temos direito de argumentar ou expressar nossa opinião pois seremos agredidos por essa comunidade que esbanja "educação" e "moralidade" né. Deus abençoe essas pessoas que se dizem gays e que essas pessoas encontrem a Verdade, que é Jesus Cristo... e essa verdade vos libertará!
    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  3. Nossa para quem é TÃOOOOO civilizado, vc é bem "ignorante" não? Não generalize, meu bem... vc comete um pecado ENORME com isso... Sabe aquele pecado que vc tanto tenta não comenter? Esse mesmo.... ¬¬

    ResponderExcluir
  4. Creio que sem duvida, vc fala em nome de todos os bons e resolvidos homens e mulheres que prezam pela familia, muito antes de falar, é claro como homem de Deus, que isso é logico, nao tem nem o q se descutir...Tambem nao engulo o q estão querendo fazer, o direito do homossexual termina onde começa o meu, e eu, assim como vc Pastor, tenho o direito de nao me calar frente a toda essa palhaçada...Irmao, nao se cale, continue pregando a palavra atraves do seu trabalho...

    ResponderExcluir
  5. Muita, muita contradição nessa filosofia gay "pseudo-libertária". Como assim, eles podem nas mais diversas e possíveis formas se expressarem e nós, cristãos, não podemos falar, escrever, pensar contrariamente, mas com respeito, sobre o assunto?? Realmente não faz sentido isso! Tbm sou contra preconceitos, discriminações em todas as instâncias. Engraçado que se qualquer pessoa entrar num site, blog ou ler uma revista ou qualquer publicação ao público gay terá acesso, obviamente, aos pensamentos deste grupo, o que pode, por exemplo, incluir críticas, observações e pensamentos contrários aos dos heteros. O blog do Pr. Márcio, embora seja aberto pra todos, traz em seu conteúdo assuntos, direta ou indiretamente, pertinentes ao meio e pensamentos cristãos. O que vcs esperavam ver aqui? Ah, façam-me o favor! Se ficam doídinhos então não entrem e não leiam! Além do mais ele não escreveu nada ofensivo, apenas expôs sua opinião, algo garantido e assegurado pela nossa constituição! Abaixo à ditadura e a mordaça gay!!
    Jesus veio para libertar!

    ResponderExcluir
  6. Eu não concordo com a politica de suborno do governo com o bolsa família, não concordo com a violencia sexual infantil e quero, preciso e devo lutar para preservar meu direito de discordar. È isso quero ter o direito de discordar com as bandeiras levantadas por alguns ativistas gays, por mentiras glamurosas mostradas da TV que endossam o viver na homossexualidade. Tenho o direito de discordar e se pensar de forma contrária é ser preconceituoso então.....não sei como viver em sociedade.

    ResponderExcluir
  7. Todas as vezes que recebemos um gay em nossa igreja sempre nos dirigimos a eles com civilidade e cordialidade.

    Eu particularmente, já travei uma pequena batalha bíblica com um gay. Todavia, os dois se portaram 'EM ALTO NÍVEL' na defesa de suas idéias (ele 'amor' entre homens e eu amor de Cristo para com os homens pecadores). Obviamente, não concordo com o que fazem. Entretanto, tenho grande respeito pelo ser humano que caminha por essas sendas. Mas nem sempre o contrário é verdadeiro. É a famosa ditadura gay. Fazer o quê? Orar.

    Quanto a este respeito estou ao seu lado pr. Márcio.

    Big abraço...

    ResponderExcluir
  8. Pastor, q Deus abençoe tua vida, e tua coragem de combater o pecado, seja ele qual for, e n se deixar intimidar por nada! Ninguem é obrigado a concordar com os gays, tbm n qro receber uma mordaça, e mesmo q leis sejam aprovadas n vou me calar, n vou negar os ensinamentos da biblia! Q Deus tenha misericórdia dos seus, q tão sendo perseguidos pelo simples fato de expressar sua opinião! Deus abençoe todos, q a paz do nosso Senhor seja com todos! Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Pastor, sei que vc não vai deixar se entimidar com os comentários do outro artigo, e tb não vai deixar se entimidar com os comentários deste.

    Cada um tem sua forma de se expressar. Muitos vão concordar com a sua, e outros não, mesmo que militem o mesmo combate que o seu. Mas isso tb não importa. Se em suas palavras está a verdade (mesmo que muitos não entendam e/ou até discordem), que eu sei que está, tudo valeu apena.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Pastor, esta correto na direção com a comunidade gay, falo o certo que o homosexual esta em pecado é claro que esta.

    ResponderExcluir
  11. @Jeff_RamCastro
    Pastor, parabéns pelo debate e pela postura correta frente a afrontas tão fortes, mas são as profecias se cumprindo, feliz ou infelizmente não é!?.
    (proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei (Dn 7:25))oro muito a Deus para que esta lei não vá adiante.

    ResponderExcluir
  12. Concordo em gênero, número e grau com o vc pastor.
    Trabalho com atendimento a pessoas e percebo que estamos tendo que baixar a cabeça por conta da legislação mal interpretada e muito mal fiscalizada.
    Agora, minha opinião será tida como crime?
    Um grupo que precisa exigir leis para impor condições a outro grupo, quer o que? Ser respeitado ou gerar mais segregação?
    O mundo é de todos e se todos fossem mais próximos de Deus e de seus princípios, leis e, principalmente, considerassem a pessoa de Jesus, necessitaria de tantas leis para regular simples relações?
    Claro que seria um exagero da minha parte considerar a citação acima como verdade absoluta, mas acho que seria muito mais fácil a convivência entre nós, seres humanos, miseráveis pecadores e carentes da Glória de Deus.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. É Márcio, ainda teremos mais trabalho.
    Eu não vou aceitar nada disso. E se quiserem me prender, que seja, se Deus permitir, é porque está Em Seus planos.

    Eu também não aceito a mordaça gay!
    Concordo plenamente com vc, assino embaixo

    ResponderExcluir
  15. Grande Pastor!!
    O Meio Cristão precisa de homens assim, que amem o pecador mas que denunciem o pecado!

    Márcio Brangioni

    ResponderExcluir
  16. A cada dia vai ficar mais estreito pregar o evangelho, está chegando dias em que ser cristão autêntico se pagará um grande preço, que Deus nos ajude nesse desafio de sermos perseguidos, a igreja brasileira precisa da misericórdia de Deus, pois será que ela estará pronta para o que vem pela frente?
    Parabéns pastor pelo artigo, ganhou um seguidor no twiteer.

    ResponderExcluir
  17. É simples: Se você é contra relacionamentos gays, não tenha um.

    ResponderExcluir
  18. E quem é você para dizer o que é pecado ou não?

    Nós, homens e mulheres, não sabemos nada. O que é pecado ou não. Sabemos apenas o que pode ser errado ou certo. E o homossexualismo não é errado.

    Para mim, dizer que o homossexualismo é pecado é sim uma forma de preconceito. Disfarçado. Mas é. Afinal, diante do teu deus, somos todos filhos dele.

    ResponderExcluir
  19. Gilberto Soares (missionariogil-twitter)27 de maio de 2010 00:58

    Preconceito creio ser um conceito pre-estabelecido e o conceito dos héteros em relação aos gays não era tão ruim comparado com o conceito que eles têm de sua própria categoria (falam horrores impublicáveis que até dizer é torpe ),além da futilidade,vulgaridade, baixaria, promiscuidade,arrogância,ignorância, além do desrespeito, a falta de educação e a irracionalidade o tornam tão medíocres que até fazer um market é impossível.Talvez eles têm esse comportamento por serem mal-amados, frustrados e infelizes, uns verdadeiros desgraçados dignos de pena, mesmo que estejam mais bem posicionado na sociedade. Justamente por demonstrarem ser frustrados e mal-amados nós temos que falar do amor de Cristo, capaz de suprir as necessidades humanas e preencher o vazio existencial; pois, sempre digo em meus sermões que o materialismo/consumismo e a sexualidade mundana não preenchem o vazio existencial. Por outro lado,não praticar o homossexualismo é insuficiente para alguém herdar o reino de Deus; pois, O amor, a fé e a obediência são inseparáveis. Para não ser prolixo, vou finalizar com a seguinte pergunta: Quem poderá nos separar do amor de Cristo???

    ResponderExcluir
  20. ,.. muitos se escondem atras de relativismo,.... mas está na biblia.. é só ler;...

    ResponderExcluir
  21. Pastor, gostaria de dizer-lhe que a generalização de um grande número de pessoas como é a comunidade LGBT já é um ato discriminatório. As pessoas não pensam igual e não se pode atribuir quaisquer valores com base em comentários à totalidade de pessoas. Tua estratégia já mostra o quanto estás em prol da construção de uma imagem única de um grupo tão heterogêneo. O Sr. nunca me escutaria generalizando uma população tão heterogênea como aquelas pessoas cuja religião é evangélica. Nunca diria que "os evangélicos são isso ou aquilo" pois eu estaria trabalhando com uma generalização tal que desvelaria minha vontade de marcá-los de determinada forma como o outro diferente de mim. Por isso pastor, sugiro um discurso menos generalizante para que possa oferecer interpretações e dialogar sobre justiça social com mais capacidade. A liberdade religiosa é um direito. Não há mordaça. Mas pessoas LGBT também tem o direito de não serem discriminadas cotidianamente como é o caso.

    ResponderExcluir
  22. Um leitor me escreve e deswcreve essa situação, é gay, pede pra eu publicar, e vc ainda me diz que to sendo preconceituoso? O que reciso fazer pra não ser preconceituoso, ser gay?

    ResponderExcluir
  23. Não pastor, você não precisa ser gay. Tampouco exigir que outros sejam como tu. Veja a morte de um jovem gay de 14 anos. http://carlosalexlima.blogspot.com/2010/06/morre-brutalmente-assassinado-uma.html

    ResponderExcluir
  24. Anonimo, gays morrem assassinados assim como mulheres e homens hetero. O problema não tava no moleque que morreu, mas na cabeça do doente que matou. E isso não tem absolutamente nada a ver com o post.

    ResponderExcluir
  25. Claro que tem a ver Pastor. A lei que discutes e imputas como "mordaça gay" é de criminalização da homofobia que visa coibir e criminalizar a violência homofóbica e não a liberdade de expressão. A violência homofóbica é específica, uma vez que a motivação dos crimes é a orientação sexual das vítimas, ou seja, foram assassinadas por serem gays, lésbicas, travestis.

    ResponderExcluir
  26. pastor, sei que da mesma forma que você recebe comentários assim de pessoas da comunidade gay, um gay receberia comentários assim de pessoas cristãs. Basta pesquisar. Se puder, até assista num documentário que se chama "Como diz a Bíblia" para ver. O que não se pode é generalizar. Não estou dizendo que eles estão certos ao mandar esses comentários, absolutamente. Mas não digo que o senhor está certo também. Não senti amor na sua carta, por mais que você tentasse falar nele.

    Acredite no que quiser. O fato é que muitos gays que tentam ser "cristãos" sofrem. Podem estar muito bem num momento, num outro nem tanto. Se sentem errados. Deslocados, diferentes. Se sentem tentando viver algo que não são. Digo isso porque já fui assim, pastor. Por cerca de 2 anos acreditei que podia virar heterossexual, porque as pessoas da igreja me diziam, e que eu precisava ter fé e etc. E eu me senti pressionada a conseguir. E com medo de não conseguir. A taxa de suicídio entre jovens gays é de 3 a 7 vezes maior do que entre jovens normais, em grande parte pela forma como se sentem com relação ao que o cristianismo lhes diz. Sofrem um jugo terrível. Violência psicológica. Acredite no que quiser, mas tenha muito cuidado com a consequencia disso nas pessoas, e as cicatrizes que isso pode gerar. Fica na paz de Deus.

    ResponderExcluir
  27. BOM DIA:
    AMADO CONVIVO COMLESBICAS E HOMOSSEXUAIS NA IGREJA E NO TRABALHO SECULAR.
    TENHO UMA POSIÇÃO QUE SUSTENTO VEEMENTEMENTE:
    HÁ DOIS TIPOS DE CROMOSSOS : O "Y" E O "X", NÃO TEM O "Z" NEM O "w", ISTO É NA NATUREZA HUMANA SÓ HÁ GENETICAMENTE FALANDO DOIS SEXOS SEJA PELA TEORIA CRIACIONISTA(NOSSA!) OU NA EVOLUCIONISTA
    NA BÍBLIA DEUS CRIA O ADÃO E A EVA, ELE(DEUS) NÃO CRIOU O ABÃO TAMPOUCO A AVA, CONCORDAM?
    HOMOSSEXUALISMO NÃO É DOENÇA, É ESSENCIALMENTE E EXCLUSIVAMENTE COMPORTAMENTAL. PORTANTO COMPORTAMENTO PODE SER ALTERADO, MANTIDO PERMITIDO OU APRENDIDO.
    NINGUÉM NASCE HOMOSSEXUAL TAMPOUCO VIRA HOMOSSEXUAL, ISSO É IMPOSSIVEL GENETICAMENTE, POIS SÓ EXISTEM DOIS TIPOS DE GENOMA SEXUAL, O INDIVÍDUO SE TORNA HOMOSSEXUAL POR INFLUENCIA EXTERNA, PORTANTO PODE DEIXAR DE SÊ-LO OU CONTINUAR A SÊ-LO QDO BEM QUISER, POIS NÃO É DOENÇA, E SIM UM MODELO DE COMPORTAMENTO.
    SERIA COMO VESTIR UAM COR DE ROUPA, POIS EUPOSSO OPTAR POR USAR OU NÃO, OU COMO O COMPRIMENTO DO CABELO. É TÃO SÓ E SOMENTE UM COMPORTAMENTO QEU PODE SER ALTERADO CONFORME A VONTADE DA PESSOA
    PR CLAUDIO prclaudio-acconci@bol.com.br

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.