sexta-feira, 11 de setembro de 2009

O líder servo

Quando falamos de liderança, a primeira imagem que nos vem a mente é a de alguém que exerce autoridade sobre outras pessoas e que na maioria das vezes distorce essa atribuição em prol de interesses próprios. Porque isso? Porque após uma pesquisa feita em 6 estados do Brasil dentro de Igrejas de diversas denominações 80% dos líderes que servem ou serviram nessas igrejas perderam o controle de sua vida, através de sua “posição de liderança”.


A intenção desse estudo é abordar “quem é” e as características principais de um líder servo.

Antes de qualquer coisa, vamos observar três opiniões distintas sobre liderança na ótica de três pessoas distintas, um empresário, um teólogo e um missionário:

· “As únicas instituições que teriam êxito seriam as predominantemente lideradas por servos” (Robert Greenleaf – Executivo da AT & T)

· Liderança no sentido bíblico é só uma função que algumas pessoas exercem para tornar o Reino mais efetivo ou praticável. (Eliezer Alves – Teólogo)

· “Líder sai desse servo”

O termo líder hoje é referente a poder, dinheiro, sucesso, exposição na mídia, congressos internacionais, seminários de autoridade espiritual, cursos no exterior (divindade)...

Nós sabemos que o princípio da liderança não é a autoridade desenfreada, nem o destaque carismático, mas a submissão e disponibilidade do servo. Se olharmos o livro de juízes, veremos a situação caótica e gente “sem preparação” assumindo o comando do povo e fazendo o possível para agradar a Deus.

Características de um líder servo:

O líder servo é alguém que:

· Submete-se à vontade de Deus – 1Sam 16:1-13; Mt 26:36-39; Gen 12:1

· É ensinável – Assume a posição perpétua de aluno. Ex 18:13-27;

· É comprometido com os liderados – Ex 33:12-16;

· Tem plena consciência de que seu papel é servir – Mt 20:28

O pastor como líder servo

Qual o Papel do pastor na Igreja? (Ef 4:11-14)

O papel do pastor não é ser o sumo sacerdote da igreja, o sacrossauro super ungido, o “ungidão”, mas sim o líder servo que Deus colocou ali para tornar o corpo mais funcional. Um mordomo da casa de Deus. Alguém que Deus escolheu para capacitar o corpo de Cristo, um treinador, um facilitador.

A tentação de ser um líder da ordem de Saul.

Hoje em dia, qualquer pessoa bem intencionada, bonita, um pouco carismática que se destaca um pouco na mocidade já é olhado com outros olhos pelo ministério da igreja. Porque? Porque somos uma igreja fraca e imatura que olha a aparência e não o que está dentro da pessoa. Quando falamos sobre um líder “da ordem de Saul” não estamos querendo dizer que Saul é culpado diretamente por ter sido um rei desleixado, mas que as situações que ele atravessou, unidas a falta de preparação e de caráter de Saul, o empurraram para o abismo da solidão e para longe da vocação servil.


Qual é a solução para isso? Começar um processo de preparação mais vivencial e menos teórica dos nossos líderes. Precisamos suscitar lideranças, gente que tenha o caráter de Cristo, e que resista a tentação de escolher o mais bem preparado teologicamente ao mais sincero com Deus. Precisamos, nos tornar discípulos e depois gerar discípulos sadios.

Livros recomendados

Perfil de três reis

Líder cristão no séc. XXI

E no mais... tudo na mais santa paz!

6 comentários:

  1. A Paz do Senhor!
    Pastor Márcio muito bom seu texto. A preocupação na preparação de novos líderes é muito importante e o detalhe que deve sobressair nestas pessoas é e sempre será o "caráter de Cristo".

    No atual momento, a grande maioria, principalmente, as igrejas que bombardeiam a mídia diáriamente, não servem de referência a liderança nenhuma, (a não ser que desejem os mesmos resultados que eles). Se formos colocar os atributos mencionados aqui: - O líder servo é alguém que: · Submete-se à vontade de Deus – É ensinável – Assume a posição perpétua de aluno. - É comprometido com os liderados – Tem plena consciência de que seu papel é servir –

    Podemos dizer com certeza que a grande maioria, principalmente os televisivos, as estrelas, os astros, não apresentam nenhuma dessas qualidades.

    Que Deus continue abençoando grandemente o seu ministério!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado PC... Sua opinião aqui pesa muito!!!!!!!!!!! Ótimo comentário!

    ResponderExcluir
  3. O problema está na questão dos líderes olharem para o exterior...E para ver o interior, tem que ter comunhão com Deus...

    Abraço...

    ResponderExcluir
  4. Só uma palavra Márcio:

    Perfeito!

    A Paz!

    ResponderExcluir
  5. Gostei desse texto!!! Mt bom... não tem como me mandar na íntegra por e-mail não?!?!?!
    Mas só acrescentando, a título de conhecimento, li um livro interessante, que fala bastante sobre essa "liderança" que se levanta... essa necessidade de liderar, etc...
    "Porque você não quer mais ir à Igreja" - Wayne Jacobsen e Dave Coleman
    Pode parecer um pouco radical, mas achei os pontos que são levantados no livro bem interessantes... Fica aí a sugestão!!!

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.