segunda-feira, 2 de maio de 2011

Bin Laden morreu. Vibração ou lamento?

Ontem a noite o Twitter explodiu em mensagens sobre o falecimento de Osama Bin Laden.  CNN dizia: "A face do terror Morreu". Outros diziam no twitter que havia morrido um demônio e ainda outros diziam que perdeu-se uma grande oportunidade de ganhar parte do mundo árabe pra Cristo.

Bem seja lá o que for, até a madrugada fatídica Osama Bin Laden gozava do favor de Deus, estava vivo. Depois disso, um grupo da marinha americana invadiu a fortaleza é matou o terrorista segundo fontes especializadas com um tiro na cabeça.

Eu particularmente tenho um misto de sentimentos com relação a isso. Fico triste por ele ter morrido sem ter conhecido o verdadeiro Deus, que poderia transformar sua natureza e fazer de Bin Laden um ser humano melhor. Mas confesso que fico aliviado porque ninguém morre de véspera e se ele teve a vida ceifada foi porque Deus em sua soberania assim quis. Não sou fatalista, apenas realista. O salário do pecado é a morte e a espada bradou pro lado de Bin laden essa semana, mas de forma alguma creio que algum homem na face da terra, seja ele de qualquer religião nãos eja tão decaído e capaz de cometer as mesmas atrocidades que Bin Laden.

E no mais, tudo na mais santa paz!

30 comentários:

  1. Caro Marcio,

    Creio que o alívio é o resumo para aqueles que estiveram (E AINDA ESTÃO) tão próximos da crueldade desse pobre pecador. Já Comemoração... esse sentimento, sim, deve nos fazer debruçar nas Escrituras.

    Se permite, publiquei um artigo "A morte de Bin Laden. Um prazer desviado e uma justiça inacabada..." que nos remete a essa reflexão cristã.

    Seu blog é relevante!

    Um abração.
    Marcos Sampaio
    http://conversaprotestante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Creio que aqui cabe uma frase do Spurgeon (a quem admiro muito, diga-se de passagem...) que "pesquei" recentemente do Genizah...

    “Se os pecadores serão condenados, que pelo menos pulem para o Inferno passando por cima de nossos corpos. Se perecerem, que pereçam com nossos braços e mãos tocando seus joelhos, implorando que fiquem. Se o Inferno tiver de ser cheio, pelo menos seja cheio apesar de nossos esforços, e que ninguém entre ali sem estar avisado e sem que se tenha intercedido por essa pessoa” (Spurgeon).

    A danação eterna de outro ser humano não é motivo de regozijo revanchista, é motivo de pranto, cinza e saco!

    Também creio no Deus soberano, que tem domínio sobre a história, e sei que nada escapa a Sua vontade...

    Também compartilho dos seus sentimentos de alívio e tristeza...

    Que Deus o abençoe!

    Carlos Amorim

    ResponderExcluir
  3. Blog maneiro! To me divertindo muito aqui, hehe.

    Pastor, como você pode dizer que Bin Laden não é um ser humano bom? por acaso você conheceu ele de perto? ele era seu primo? seu irmão? e como você pode afirmar que o seu deus é o verdadeiro deus? Como você pode ter certeza que você não vive numa fantasia?

    Estou ultimamente tentando entender pessoas que acreditam em divindades, e acho que estou começando a entender, 95% delas são de classes C ou abaixo e não tem curso superior e aceitam de primeira mão tudo o que é passado e falado a elas, infelizmente hoje vivemos em um mundo aonde a corrupção e o mal reinam, e vocês "católicos, crentes" são realmente ovelhas, que acreditam em tudo o que lhes dizem ou lhes provam.

    Quero so ver quando as potências do mundo voltarem os olhos para o Brasil e começarem a inventar terroristas, ataques, desorientamento na nação para se apoderar de água potável, dos minerais e da amazônia, creio que não demorará muito, dentro de 5 anos possivelmente teremos nossos terroristas também.

    ResponderExcluir
  4. Então eu contrario sua regrinha. Sou pós graduado, tenho cultura, não pertenço a classe c e se pertencesse seria com muio orgulho e sou um realista ao invés de um alienado que entuba tudo que falam.

    Tente se entender primeiro, depois tente entender os outros, está perdido em seus argumentos e sua única motivação ao postar aqui é chocar por chocar, não tem nada de construtivo emmsuas críticas simplesmente falácias.

    A propósito vc deve ser da classe A né. Vou te explicar porque a classe C se converte com mais facilidade, é porque eles não tem um rei na barriga e acham que se bastam como você e mais uma cambada de gente entojada que não difere entre a mão esquerda e a mão direita. Ri agora...

    ResponderExcluir
  5. Bruno,

    Pela sua forma de escrever, percebo que, ou você é muito jovem (daí a quantidade de minhocas em sua cabeça é até "justificada") ou você tem pouca leitura...

    Você fala em cultura, talvez Louis Pasteur não seja culto o suficiente para você ou então Liev Tolstói, ou Johannes Kepler, ou Calvino, Paulo de Tarso, etc...

    Quanto a justificar que a fé que professo é a correta ou não, existem até ferramentas filosóficas com esta finalidade... Mas prefiro dizer que existem verdades que são provadas pela razão (teoremas matemáticos não podem ser provados pela fé), outras pela fé e a razão (a existência do Cristo histórico) e outras somente pela fé (a ressurreição de Jesus, a consubstancia entre Jesus, Deus Pai e Espírito Santo, etc...).

    A fé, é fé porque não carece de provas, caso contrário não seria fé.

    "Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." (Hebreus 11:1)

    No demais, fique em paz!

    Carlos Amorim

    ResponderExcluir
  6. maldito Bin Ladem ! invade paises detona bombas mata milhoes de pessoas, e tem muita gente querendo proteger esse "Bossta" qurerem dar DIREITOS HUMANOS a um DESUMANO se mataram parabens, MARDITO vai da um abraço no Diabo !!!
    Cap.Cav

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Pastor pelo seu blog, eu penso igual o sr. sobre o bin ladem, texto perfeito, todos só sbem dizer q ela era um monstro e comemorama morte dele, mas eu fico pensando, e a alma dele?? tenha valor?? Jesus morreu por ele tambem!

    ResponderExcluir
  8. Não sou da classe A, e em momento nem um desmereci a classe C, mais como estudos comprovam, a classe C é excluida de educação de qualidade, logo isso leva esses tipos de pessoas "não todas, claro, tem que desenhar aqui!!!" aceitar as coisas com mais facilidade sem questionar, e Márcio, não falei que pessoas com níveis superior não se convertem, convertem sim (tem vários deputados andando com pastores ae, hauahu), mais o que eu tenho mais visto em pessoas com níveis superior em igrejas ou que tenha algum poder aquisitivo, é que elas não fazem parte do povão, elas sempre tem um destaque dentro da igreja, ou é pastor como o senhor, ou tem algum cargo digamos de "prestígio" nessa área, e o engraçado é que a maioria, o curso superior é em teologia, o curso que eu acho que não ajuda em nada a humanidade, nem sei como isso pode ser curso superior, nem a religião te ajuda, só te dão esperanças e explicações intangível.

    Não to falando que Bin Laden é terrorista, ou que ele não é terrorista, mais quem me prova que ele é uma pessoa má? ou uma pessoa boa? quem me prova que os americanos mataram realmente ele? só porque a mídia ou o Obama falou tal depoimento, não torna essa notícia verdade, eu nunca conheci ele, eu tenho o senso crítico de não o julgar, pois não o conheço, ao contrário de vocês, que não conhece ele e estão a julgar ele. Só porque eu falei que o seu jesus nunca existiu não quer dizer que ele realmente nunca existiu, e nem que ele existiu.

    porele, pouca leitura? isso é muito relativo você não acha? você fala pouca leitura desse pessoal literário ae que você citou, alguns cristão, realmente, não dou a mínima para a vida deles, nunca li suas biografias, nem vou ler, pois não me acrescenta em nada em informação necessária para se construir algo que possa ser bom para mim ou para meus amigos, eu sou desenvolvedor de software, vou terminar a faculdade este ano, e pode crer amigo, tenho livros mais grossos de que sua bíblia na beira da minha cama sobre tal profissão citada.

    Agora a questão de fé não significa nada para mim, como você mesmo disse, "A fé, é fé porque não carece de provas, caso contrário não seria fé" a fé é diferente da razão e certeza, se deus quiser alguma coisa de mim, vai ter que ser mais claro e fazer mais barulho, pois pessoas sensatas e com o pé no chão não vão levar algo a sério que se baseia em fé.

    ResponderExcluir
  9. Bruno, diga isso a Louis Pasteur, CS Lewis, apóstolo Paulo, entre outros...

    ResponderExcluir
  10. Pois é caro Bruno,

    Por coincidência, sou Arquiteto de Sistemas, com mais de 10 anos de profissão, e, pelo que vejo, com um pouco mais de sensatez do que você...

    Heheheh... A cada comentário, você só confirma o que eu imagino a respeito de você... Infelizmente...

    De cara, você apela para a "Falácia da Divisão", afirmando que a maioria dos cristãos que possuem nível superior, são formados em teologia... Cite suas fontes, por favor... (aparentemente, você aprecia este tipo de argumento, pois ao citar que a maior parte dos crentes são de classes ditas "inferiores", você cometeu o mesmo erro)

    (cont)

    ResponderExcluir
  11. Desde quando a quantidade de páginas de um livro é um sinal de que seu conteúdo é relevante? Mais uma falácia...

    Para seu governo, Louis Pasteur foi um cientista francês, inventor de um processo, pouco importante, não muito relevante para o mundo moderno, chamado rasteurização (lembre-se dele quando tomar leite ou suco de laranja em caixa) e da vacina anti-rábica...

    Liev Tolstói foi um dos maiores escritores de todos os tempos, além de um pacifista atuante...

    (cont)

    ResponderExcluir
  12. Johannes Kepler foi um astrônomo e matemático alemão, que formulou as três leis fundamentais da mecânica celeste... É dele a frase:

    "Os céus contemplam a glória de Deus."

    Talvez, lendo sobre estes grandes homens, você crescesse bastante como individuo...

    (cont)

    ResponderExcluir
  13. Garoto, citei verdades que só são alcançadas através da fé... E por serem comprovadas pela fé, não deixam de ser verdades! Não há nada de irracional nisto!

    Você incorrer no erro do raciocínio cíclico, onde a conclusão serve de proposição para o argumento... Mais um sofisma! Falácias são erros lógicos, você vai se formar este ano, já deveria estar familiarizado com a lógica... Isto sim, não é nem um pouco racional...

    Bem, suas palavras me soam como de alguém bem jovem, com certeza, com o passar dos anos, você vai reconsiderar muitas de suas posições atuais...


    Só desejo para você o melhor!

    Abraços,

    Carlos

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. public static void main (String[] args) {
    String fockYou = "porele";
    IDontCare(fockYou);
    }

    ;)

    /**
    * Adeus, não voltarei mais a este blog, tenho *coisas mais importantes para aspirar do que *ficar me preocupando com crenças dos outros, foi *um erro ter vindo aqui, me desculpem por ter *criticado a crença de vocês, fiquem com o deus *de vocês, att.
    */

    ResponderExcluir
  16. Sinto muito garoto, mas seu "programa" também contém erros!

    Caso a variável "fockYou" houvesse sido declarada fora do método "main", seria um dado-membro com tipo de acesso "package" (quando não precedido por precedido por nenhum modificador de acesso [public, private]), com visibilidade limitada ao pacote (não declarado por você). Para o propósito exposto, seria melhor refatorar o código e declarar a propriedade fora do método, como modificadores "private" e "final", já que seu valor nunca é modificado e aparentemente não será utilizado por nenhuma outra classe.

    Você não inclui (importou) nenhuma classe, e o método "IDontCare" não seria reconhecido pelo compilador.

    É de fato, uma classe bem primária, daquelas que aprendemos na escola...

    ResponderExcluir
  17. (cont)

    rsrsrs

    Zoação a parte, seu ultimo comentário confirmou mais ainda tudo o que eu já havia dito a seu respeito... Você é na verdade, um menino, ponto.

    Só desejo a você, crescimento, intelectual, e principalmente, espiritual. Que Deus o abençoe!

    Carlos

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Classe abstrata com método main? Parece muito concreta... rsrs


    Você disse que não voltaria mais aqui???

    rsrs

    Que o Senhor te conceda mais maturidade e discernimento!!

    Carlos

    ResponderExcluir
  20. Não preciso da benção do seu deus, fique com ela você!!!

    Isso é só uma classe abstrata, representativa oh Linus Torvalds!

    ResponderExcluir
  21. não preciso do seu deus, já te disse

    ResponderExcluir
  22. conheço o tipo de evangélico que vc é, é do mesmo tipo dos que vem aki nos bares perto de casa falar que o pessoal ta bebendo o xixi do capeta, ae começa a discutir com os bebados.

    ResponderExcluir
  23. É garoto, o pior (ou o melhor) é que você precisa dEle sim...

    Quando você for adulto, nós conversamos novamente, ok?

    Fico por aqui...

    Abraços!

    Carlos

    ResponderExcluir
  24. Peço até desculpas ao dono da casa (Pr. Márcio), estava divertido, mas é um jogo para poucos jogadores... Não é interessante, nem edifica quem frequenta o blog...

    Abraços!

    Carlos

    ResponderExcluir
  25. Márcio de Souza6 de maio de 2011 21:53

    Carlos, vc é da casa mano!

    ResponderExcluir
  26. “Se os pecadores serão condenados, que pelo menos pulem para o Inferno passando por cima de nossos corpos. Se perecerem, que pereçam com nossos braços e mãos tocando seus joelhos, implorando que fiquem. Se o Inferno tiver de ser cheio, pelo menos seja cheio apesar de nossos esforços, e que ninguém entre ali sem estar avisado e sem que se tenha intercedido por essa pessoa” (Spurgeon).

    Que texto maravilhoso. Concordo plenamente.

    A única morte que tenho motivos pra comemorar é a do Nosso Senhor Jesus Cristo. Não só a morte, mas a vida, obediência, morte e ressurreição. Afinal de contas, sem ela eu ainda estaria completamente perdido nas trevas.

    Pastor Márcio, você sinceramente acredita que agora, sem o Bin Laden, o mundo será melhor de alguma maneira? Sinceramente, eu duvido. É mais do mesmo. Continuam os massacres, as dores, a opressão, e tudo o que sempre existiu, muito antes de Osama.

    Esse Bruno aí de cima, embora seja um troll e esteja completamente confuso, falou algumas coisas até interessantes. Não com relação a essa discussão sobre "classes" e religião, blablabla; mas sobre a demonização do Bin Laden. Eu acho que nós temos o costume de tentar colocar um rosto humano no diabo, o problema maior disso é que nós acabamos colocando um rosto humano em Deus tb, e isso é idolatria. Se o Osama é o diabo, logo, os EUA são Deus?? Dá mesmo pra acreditar nas boas intenções de quem apoia essa "guerra ao terror"??

    ResponderExcluir
  27. Excelente comentário Rafael!

    E você levantou uma questão interessante! Ao colocarmos o rosto do diabo em Bin Laden e o de "deus" nos EUA, além da patente idolatria, incorremos no erro da visão maniqueísta, filosofia que preconiza que Deus e o diabo são forças antagônicas, igualmente poderosas e que mantém um equilíbrio de forças por toda a eternidade.

    Não existe "eterna" batalha entre o bem e o mal, pois a guerra já está vencida! Deus é soberano, e nenhuma força, seja ela humana ou do próprio diabo, pode resistir-lhe!

    Aleluia!

    Carlos

    ResponderExcluir
  28. "mas de forma alguma creio que algum homem na face da terra, seja ele de qualquer religião nãos eja tão decaído e capaz de cometer as mesmas atrocidades que Bin Laden."

    Só discordo com isso aqui. Pastor, pense bem. O Bin Laden e muitos outros nasceram e cresceram em uma cultura que os ensinou que aquilo era o certo a se fazer. Muitos desses homens bombas são nacionalistas dispostos a dar a própria vida pelo país e por aquilo que acreditam ser o certo e o bom para seus filhos e família. Ainda que estejam enganados, é uma atitude que eu provavelmente jamais teria coragem de tomar.

    O que eu quero dizer é que meus pecados de maneira alguma são menores do que o deles. Eles fazem atrocidades pensando fazer o q é certo, enquanto eu quando peco é simplesmente pq sou mau mesmo. Quantas vezes traimos a Jesus sabendo que o estamos a trair? Já sabemos do Teu amor, já experimentamos da Tua graça, mas escolhemos livremente fazer o que é errado.

    Não é por falsa humildade que eu digo isso não, mas eu tenho certeza de que sou o mais miserável de todos os pecadores, e o que mais depende da graça e misericordia de Deus. Sem essa graça, eu tenho certeza de que não seria em nada melhor do que o Bin Laden ou qualquer outro.

    Enfim, a minha vontade é a de que os cristãos um dia aprendessem a tomar os problemas do mundo como seus próprios problemas. Como diz um amigo meu: assuma que a culpa é sua, mesmo se não for, pois só assim vc pode fazer algo. Só nós temos a solução pra todos os problemas da humanidade, e é nossa a RESPONSABILIDADE e ao mesmo tempo PRIVILÉGIO, levar essa solução ao mundo.

    Abração e que o Senhor o ilumine sempre.

    ResponderExcluir
  29. Carlos,

    tem toda razão. Acho q é uma tendencia humana essa visão maniqueísta das coisas.
    Nossa luta não é contra carne e sangue. Se nós temos que combater algo, não é o Bin Laden, o Sadan Hussein ou o pior assassino do mundo. Nós temos que combater aquilo que leva o Bin Laden, o Sadan Hussein, o pior assassino do mundo, eu e você a fazer coisas más. Não é armas e exercitos que pode salvar o mundo, só a luz de Cristo.

    Abração

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.