quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Os viciados em moralismo


Você já se deu conta que a maioria absoluta dos crentes são falsos moralistas? Todo mundo condena tudo, ou proíbe tudo, desde ouvir uma música da legião urbana até comer em restaurante japonês. Isso, passando pelo caminho que não esbarre com gays, prostitutas, gente que não professa a mesma religião que a nossa. Não sabemos lidar com o diferente, então nossa saída é impor o moralismo como capa de santidade.



Às vezes chega aqui uma notícia ou uma carta de um leitor, falando que tem problemas com pornografia e se masturba 5 vezes por dia, ou uma carta que diga que o camarada tem tendências homossexuais e que adora alisar homem... Qual a resposta dos crentes? "Ta amarrado vá se converter filho do diabo". 


Prefiro responder partindo do entendimento de que eu e você temos a mesma capacidade de cometer pecados ainda piores do que os que essas pessoas cometeram. O moralismo não converte ninguém, no máximo troca a roupa do camarada e prende ele num mar de regras. Sobre isso Mark Driscoll diz o seguinte: "A verdade é que estamos mais preocupados com a nossa imagem do que em imitar a Jesus na questão do amor aos perdidos." Sejamos imitadores de Cristo e não juízes do próximo.


E no mais, tudo na mais santa paz!




10 comentários:

  1. 1 Coríntios 5:9-13: Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem;
    Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo.
    Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.
    Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?
    Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo.

    ResponderExcluir
  2. Pois é Pastor, há pouco tempo me considerava uma pessoa que prezava por manter os "valores morais". Mas percebi que na verdade, o meu discurso mtas vezes era falso moralista. A gente se acostuma tanto com a ideia de fazer td certinho, que esquecemos que somos capazes de cometer erros e pior,o cometemos e ainda assim, continuamos mantendo a nossa pose de "santarrão". Acima de todo moralismo, o que deve haver é uma obediência a Deus e uma não negociação do evangelho de Cristo. No mais, um pouco de flexibilidade, amor e sinceridade não faz mal a ninguém.

    ResponderExcluir
  3. Pastor, concordo com cada vírgula neste artigo.
    Sempre fui contra esse moralismo no meio evangélico, que se preocupa muito mais com o homem exterior do que o interior.
    não vai ser pela doutrina de homens que seremos salvos, mas é pela graça mediante a fé.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Concordo com o Sr. Pastor.
    Menos com a parte de ouvir Legião Urbana. Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Ah é, já até falaram ó. Eu também ia dizer que discordo de ouvir legião urbana e dizer que MPB edifica é exagero. É bom ouvir? é. agrada os ouvidos? agrada! mas não edifica!

    ResponderExcluir
  7. Até que enfim alguem que concorda comigo Nathana.

    Faço das suas palavras as minhas!!

    ResponderExcluir
  8. SHALON ADONAI! O QUE É MORAL? viciado em legalismo na verdade temos crentes que são realmente muito crueis, nas suas colocações. Não vou discutir o "poder de Deus", mas de onde vem essa luz moralista na antropologia física? precisamos ter uma concordância, sem afirmar que somos os únicos escolhidos e depois, misericórdia tem moral? AI, AI, AI, é duro gente dessa raça moralista. ALELUIA.MARANATHA.

    ResponderExcluir
  9. "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam." 1 Coríntios 10:23

    Simples: não devemos nos basear nem 'ligar' para as coisas que os falsos moralistas dizem. Pois alguns falam em sua ignorância, outros por hipocrisia. Se nos basearmos na palavra de Deus, seremos felizes em nossas palavras, atos e decisões.

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.