sexta-feira, 24 de julho de 2009

Porque nunca nada está bom?



Quando não há nada no ar, nenhuma intriga, nenhum calo incomodando, nenhuma questão pendente pra resolver, a membresia logo se estarrece. Porque? Estimo que a cultura estabelecida nos templos seja a cultura da reclamação e não da “melhoria contínua” sempre tem que haver uma reclamação, uma lamúria em torno de alguma questão.
Se o templo estiver desarrumado, questiona-se porque ninguém toma atitude de limpar o templo; se o templo está arrumado, é sinal de que não há movimento no lugar, e isso também constitui um problema; quanto a atribuição do pastor também tem que haver munição na língua contra ele. Se trabalha muito, é pouco reflexivo (tem que parar senão vai dar um troço); se tira mais tempo pra refletir é disperso e não da atenção a ninguém; O que fazer?
A crise estabelecida não tem solução, porque nunca, nada está bom, sempre tem algo do que se reclamar, e se não tiver, nós tratamos de inventar.
Pensamentos como “A igreja está declinando”; “nada vai bem”; “do jeito que está não tem jeito” não podem estar nos lábios de uma igreja em plantação, visto que produz frutos a 10 por 1, não se acanha diante do alarde do diabo e avança contra as portas do inferno, da pobreza, da miséria...
A voz do diabo não pode ter vez em nossa comunidade, deve ser logo rechaçada pelo poder de Deus e não arrebanhará aqueles que o Senhor chamou.

4 comentários:

  1. Não entendi a ilustração em relação ao tema. Ficou parecendo que com Lula está tudo bem e pronto. Um país se faz com inúmeras administrações de óticas e objetivos diferentes. FHC fez o que Lula não fez. Serra provavelmente fará o que Lula não quiz ou não pode fazer. É assim que as coisas funcionam. Se voce propõe deitarmos em explêndido berço e dormir porque "tudo está muito bom", esqueça. Neste mundo onde só teremos aflições não poderia ser diferente, caro pastor. Nem no país, nem na vida e nem na igreja.Cristão acomodado é cristão morto.

    ResponderExcluir
  2. Querida Helena, você está confundindo as coisas... estou falando o texto inteirinho da igreja e seu comportamento inexplicavelmente insatisfeito, não no sentido de incomodado com as injustiças, mas no sentido de chatice, de reclamar de tudo entende.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Helena está certíssima. A imagem gera uma interpretação equivocada de seu texto. Eu pensei a mesma coisa e responderia da mesma forma.

    Na paz...rs

    ResponderExcluir

Daqui pra frente só posta quem se identificar, os anônimos serão moderados. Quem quiser expressar opinião tem que bancar e mostrar a cara. Outra coisa, você tem o direito de se expressar, mas se houver agressão, o comentário será deletado.